Desde 1964, a África conta com sua principal competição de clubes. A Liga dos Campeões enfrentou ao longo das décadas as dificuldades com distâncias, falta de estrutura e diferenças no calendário. No entanto, também serviu para coroar 51 campeões desde então. E o próximo dono da taça começa a ser definido a partir deste sábado. USM Alger e TP Mazembe duelam no jogo de ida da final na Argélia, antes de se reencontrarem no próximo final de semana, na República Democrática do Congo. Os argelinos tentam buscar o troféu inédito que os seus três principais rivais já têm, enquanto os congoleses miram a quinta conquista continental, igualando o Zamalek como segundo maior vencedor da história da Champions Africana.

VEJA TAMBÉM: Aboutrika não foi apenas um ídolo, mas uma encarnação da essência do futebol

Ao longo das mais de cinco décadas do torneio, o domínio é do norte da África. São 27 conquistas concentradas em apenas quatro países: Egito, Marrocos, Argélia e Tunísia. Números impulsionados principalmente pelo Al Ahly, dono de oito taças, mais do que qualquer outra nação. Já a África Subsaariana fica com 22 conquistas, mais dispersas, divididas por oito países diferentes. Ao todo, 25 clubes já se sagraram campeões continentais, sendo que 21 deles também viram um rival nacional igualar o triunfo.

Incluindo os vices, a lista de finalistas abrange 18 nacionalidades africanas, algumas com pouca tradição entre as seleções – em especial, Uganda e Zimbábue. Entretanto, a distribuição dos clubes fica limitada a apenas poucos focos: a costa do Mediterrâneo no Maghreb, o delta do Nilo e o golfo da Guiné. São raros os clubes território adentro, a exemplo do Mazembe. Famosos criadouros de talentos, especialmente nas décadas passadas, as antigas colônias portuguesas não conseguiram formar campeões. Assim como a África do Sul, com uma das ligas mais organizadas do continente, não emplacou desde que foi integrada à confederação, após o fim do Apartheid.

Abaixo, o mapa com todos os finalistas da Liga dos Campeões da África. Alguns escudos estão sobrepostos. Portanto, aproxime para visualizar melhor os estádios: