Milan e Fiorentina entraram em campo, neste sábado, no Artemio Franchi, tentando afastar a má fase. O time de Genaro Gattuso pelo menos vinha de vitória contra o Bologna que, porém, foi apenas a segunda em oito rodadas do Campeonato Italiano, o que prejudicou a chance de vaga na próxima Champions League. A Viola estava ainda pior: 11 jogos sem vencer e apenas dois triunfos nos últimos 18.

E segue caindo pelas tabelas porque, no fim, quem venceu foi o Milan, graças a um gol solitário de Çalhanoglu, de cabeça, aos 35 minutos do primeiro tempo, após cruzamento de Suso, mantendo os rossoneri no páreo por vaga na Champions, com duas rodadas pela frente – e com Roma e Internazionale entrando em campo neste domingo.

A Fiorentina chegou a quatro partidas seguidas sem fazer um gol dentro de casa e não vence como mandante há dez rodadas. O Milan embalou a segunda vitória consecutiva, o que não acontecia na Serie A desde o começo de março. O time ainda entrou pressionado porque a Atalanta havia vencido o Genoa, mais cedo neste sábado, e aberto seis pontos de vantagem.

Para manter em três, Gianluigi Donnarumma precisou fazer boa defesa, nos primeiros cinco minutos, impedindo o gol de Muriel. No segundo tempo, Chiesa bateu com perigo, e Donnarumma voltou a trabalhar para barrar a tentativa de Mirallas, na sua própria trave. A Fiorentina continuou perigosa. Kessié cortou um cruzamento rasteiro para trás que não entrou somente porque Donnarumma estava muito esperto na jogada.

Também mais cedo, a Lazio derrotou o Cagliari e chegou a 58 pontos em 36 partidas. Com o mesmo número de jogos, o Milan tem 62 pontos, e a Atalanta, terceira colocada, 65. A Internazionale está em quarto, com 63, e um jogo a menos, contra o Chievo, na segunda-feira. Neste domingo, a Roma, sexta com 59 pontos, recebe a Juventus.

O Campeonato Italiano é transmitido para o Brasil pela DAZN que, em parceria com a Trivela, oferece um mês grátis de assinatura, que pode ser cancelada a qualquer momento. Basta clicar aqui.