A Espanha se estabeleceu ao longo da última década como uma potência da Eurocopa. A conquista de 2008 abriu caminho a anos vitoriosos da Roja e o título de 2012 se tornou a consagração irrefutável da geração que também faturou a Copa do Mundo em 2010. As últimas participações internacionais deixaram a desejar, mas o país permanece entre os favoritos ao torneio continental. E os espanhóis se confirmam na Euro 2020 com uma campanha dominante no Grupo F das Eliminatórias. A classificação teve sua dose de emoção e veio nos acréscimos do segundo tempo em Solna, quando Rodrigo Moreno arrancou o empate por 1 a 1 contra a Suécia, suficiente para carimbar o passaporte da equipe.

O drama pessoal de Luis Enrique, que precisou interromper seu trabalho para cuidar da filha com câncer, não afetou a caminhada da Espanha. Sob as ordens do antigo assistente Robert Moreno, efetivado como treinador, a Roja seguiu com um bom rendimento nas Eliminatórias da Euro. Mesmo em uma chave com suas complicações, a equipe não perdeu a invencibilidade. Foram seis vitórias e dois empates na caminhada, desperdiçando pontos apenas nas visitas recentes a Noruega e Suécia.

O duelo na Friends Arena era o mais complicado da Espanha na chave. E isso se provou durante o primeiro tempo, abrilhantado pelos goleiros, apesar da superioridade dos ibéricos. Os primeiros 20 minutos viram Robin Olsen fechar o gol da Suécia. O goleiro acumulou milagres, negando uma série de boas chances dos espanhóis. Barrou Fabián Ruiz, Rodri e Gerard Moreno, enquanto também contou com uma chance desperdiçada por Thiago Alcântara. Os suecos só responderam pouco antes do intervalo. E quando acertaram o pé, David de Gea voou para espalmar miraculosamente o arremate de Robin Quaison.

A Espanha começava a sofrer e a Suécia precisou de cinco minutos no segundo tempo para abrir o placar. De Gea ia salvando a Roja com duas defesaças consecutivas à queima-roupa. Entretanto, o goleiro deu azar no segundo desvio e a bola sobrou na pequena área para Marcus Berg apenas cutucar. Pouco depois, De Gea ainda pegaria a tentativa de Emil Forsberg, mas precisou deixar o campo ao sentir lesão. O arqueiro correspondeu bem em sua nova chance na meta espanhola, mas acabou substituído por Kepa Arrizabalaga aos 15 minutos.

A Espanha dependia apenas do empate para confirmar a classificação à Euro. Durante a reta final da partida, os ibéricos botaram pressão e tiveram mais de 73% de posse de bola, mas estava difícil encontrar uma brecha para balançar as redes. Gerard Moreno e Mikel Oyarzabal tiveram suas oportunidades de cabeça, só que erraram o alvo. O herói da noite sairia do banco: Rodrigo Moreno, que substituiu Thiago. O gol ocorreu aos 47. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou no segundo pau para Fabián Ruiz. O meio-campista chutou cruzado e Rodrigo apareceu na pequena área para desviar. Festa espanhola.

A Espanha chega aos 20 pontos no Grupo F e não pode mais cair para a terceira colocação, já que possui vantagem sobre a Romênia no confronto direito. A disputa será mais parelha pela segunda vaga. Enquanto a Suécia possui 15 pontos, a Romênia soma 14. A Noruega vem com 11, depois de arrancar um essencial empate por 1 a 1 contra os romenos nesta terça. Na próxima rodada, Romênia e Suécia se pegam em Bucareste. Já os noruegueses têm a vantagem de encarar apenas os sacos de pancada (Malta e Ilhas Faroe) nesta reta final.

A Espanha participará da Eurocopa pela 11ª vez. Depois que os espanhóis conquistaram o título em 1964, passaram 16 anos longe do torneio. Em compensação, se ausentaram em apenas uma edição desde 1980. São sete edições consecutivas desde 1996, com direito aos dois títulos na virada desta década. É uma história para se respeitar.

A Espanha possui um bom conjunto. Os antigos medalhões se juntam a talentos das gerações mais novas. O problema principal está na indefinição. Até pela quantidade de jogadores em ascensão e pelo adeus de veteranos badalados, fica mais difícil de dizer quem são os titulares absolutos desta equipe. De qualquer maneira, isso não anula o potencial que os ibéricos têm. Se conseguirem encaixar as peças, como aconteceu em alguns momentos recentes, dá para sonhar outra vez com a taça.

Classificações Sofascore Resultados