No sorteio realizado ontem para a definição dos grupos da Copa Africana de Nações, um deles chama a atenção dos demais. Gana, Nigéria e Senegal caíram juntos na chave D, que ainda possui o Zimbábue. O torneio será disputado no início de 2006, no Egito.

Gana classificou-se para sua primeira Copa e tenta ser o primeiro país a ganhar cinco vezes o torneio continental. Já os nigerianos lamentam sua ausência no Mundial após três participações seguidas. Senegal foi a surpresa de 2002, quando derrotou a França e atingiu as quartas-de-final em sua primeira participação. O Zimbábue não chega a ser uma surpresa, pois manteve boas chances de chegar à Alemanha.

O anfitrião Egito ficou no grupo A e reencontrará dois de seus adversários nas eliminatórias. Por um lado, a Líbia desponta como a equipe mais fraca da chave. Porém, a Costa do Marfim chega motivada por ter garantido vaga na Copa. Outra forte equipe é o Marrocos, desclassificada do Mundial no último jogo.

Atual campeã, a Tunísia está no grupo C e teoricamente não terá problemas para passar de fase. As Águias do Cartago jogarão novamente contra a Guiné, adversária das eliminatórias. A África do Sul busca esquecer o fracasso na ida ao Mundial e retomar a força dentro do continente. A Zâmbia completa a chave.

Por fim, o grupo B reúne dois classificados para a Copa. Angola e Togo nunca se enfrentaram na fase final da competição. Camarões tenta se reerguer após a traumática eliminação da Copa. A República Democrática do Congo deseja repetir o bom desempenho das eliminatórias, quando ficou na frente dos sul-africanos.


Os comentários estão desativados.