Manuel Neuer tem sido prova das reviravoltas que o futebol pode dar, entre 2017 e atualmente. Até então, o goleiro do Bayern de Munique era quase unanimemente visto como o melhor do mundo em sua posição. Porém, várias lesões no pé fizeram com que Neuer perdesse espaço, tanto na seleção alemã (em que Marc-André ter Stegen, enfim, ganha uma sequência de jogos – sendo titular na conquista da Copa das Confederações) quanto no time bávaro (em que Sven Ulreich já parece mais estabelecido, após começo claudicante). Mas mesmo ainda em recuperação da última lesão – uma fratura, sofrida em outubro passado -, o arqueiro mostra confiança para retomar o seu lugar.

Pelo menos, foi a impressão que Neuer deixou, em entrevista à tevê oficial do Bayern: “Estou muito otimista, e sei que jogarei na segunda metade da temporada. Devo dizer que estou indo muito bem, e meu pé também. Estou sem dor e, na minha opinião, estou num ritmo promissor”. Contudo, o guarda-metas preferiu continuar cauteloso: “Não há data específica [para minha volta]. Temos de ter segurança agora, e vermos como meu corpo reage”.

O mesmo tom positivo foi usado por Neuer para analisar as atuações de Ulreich no gol do Bayern (“Trabalhamos muito bem e muito duro, por muito tempo. Ele é um grande goleiro, e agora tem a chance de mostrar isso”). Resta ao antes indiscutível camisa 1 de Alemanha e Bayern continuar sua recuperação, para tentar retomar seu lugar – ou chegar perto disso, pelo menos -, antes do final da temporada, e da própria Copa.