O Neuchâtel Xamax, clube suíço dirigido pelo polêmico Bulat Chagaev, demitiu o treinador espanhol Joaquín Caparros e sua comissão técnica, em um começo de temporada instável do time.

Caparros, ex-técnico do Athletic Bilbao, ficou apenas cinco semanas no cargo antes de entrar em conflito com o dono do clube, Chagaev.

O espanhol teria se colocado contrário à atitude de Chagaev ter entrado no vestiário, nervoso com o empate por 2 a 2 com o lanterna Lausanne, no último final de semana.

Segundo alguns jornais suíços, os jogadores ameaçaram, de forma anônima, a boicotar o próximo jogo do Neuchâtel Xamax, no dia 11 de setembro, se o técnico espanhol fosse demitido.

O dono do clube escolher Caparros para dirigir o time após demitir o diretor esportivo Sonny Anderson, ex-atacante brasileiro, e toda a comissão técnica pelas duas derrotas nas duas rodadas iniciais do Campeonato Suíço.

O Neuchâtel Xamax é apenas o 9º colocado entre os dez times da liga suíça.


Os comentários estão desativados.