Era para ser mais uma noite de idolatria a Francesco Totti. Titular no Estádio Olímpico, o craque completou seu 100° jogo por competições europeias. E, mais do que isso, brilhou em duas assistências magistrais, no que ia sendo a virada da Roma. Primeiro, deu um excelente lançamento de primeira para El Shaarawy. Depois, mandou uma trivela para Florenzi completar. Só que os giallorossi parecem não conseguir fugir de seu karma: a famosa ‘romada’. Em três minutos, já depois dos 37 do segundo tempo, a equipe da casa permitiu o empate por 3 a 3 ao Austria Viena. Sofreu seu segundo tropeço em três rodadas na Liga Europa.

Não foi por falta de aviso. Aos 16 minutos, o Austria Viena saiu em vantagem com um belo gol. Juan Jesus deu um passe completamente errado e, na sequência do lance, Kayode cruzou para Holzhauser bater de primeira. Mas a Roma reagiria rapidamente. O empate saiu a partir de um lançamento de Gerson, que outro Gerson, o Canhotinha de Ouro, certamente aprovaria. Deixou El Shaarawy na cara do gol, encobrindo o goleiro. Depois, Totti deu a primeira mostra de sua classe, botando o Faraó outra vez na boa, concluindo no ângulo.

Parecia vitória fácil. Principalmente quando saiu o terceiro gol, já aos 24 do segundo tempo, na trivela de Totti para Florenzi. Com o segundo passe decisivo, o camisa 10 chegou a seis gols e oito assistências em suas últimas 13 aparições em campo, média de mais de um tento produzido por jogo. O problema é que a Roma relaxaria com a vantagem. E o sistema defensivo permitiu dois gols seguidos do Austria Viena, aos 37 e aos 39, com Prokop e Kayode. No final, Totti até completaria sua tripleta de assistências, mas o gol de Dzeko foi bem anulado pela arbitragem.

Com cinco pontos em três rodadas, a Roma lidera o grupo, mas apenas pela vantagem no saldo de gols ante o Austria Viena. Além disso, Viktoria Plzen e Astra Giurgiu permanecem no páreo. Não dá para se descuidar. De aproveitável nessa campanha, só mesmo as boas atuações de Totti. Pena que a defesa não tenha o ajudado tanto assim.