O Arsenal é o atual campeão da Copa da Inglaterra, mas convenhamos que ultimamente os títulos não são tão frequentes assim para o time do norte de Londres. Compreensível que a torcida esta maluca para conseguir um ingresso para a decisão de 30 de maio, em Wembley, contra o Aston Villa, mas está difícil. Dos 90 mil ingressos, apenas 25 mil foram disponibilizados para a venda dos dois clubes envolvidos, e Charlie Pearce não foi um dos agraciados. Restou-lhe apelar e tentar um favor das autoridades. Das máximas autoridades.

LEIA MAIS: Jogador do Sunderland dá sobrevida à carreira de colega ao bancar sua cirurgia

Pearce apelou para a rainha da Inglaterra. E já que se expôs ao ridículo mesmo, por que não pedir um ingresso para o amigo Leo Murphy também? A empreitada foi mal sucedida, porém, porque o Palácio de Buckingham respondeu com uma carta simpática até, mas na qual dizia que Sua Majestade não poderia fazer nada para ajudá-lo.

O que não é bem verdade porque o filho, o príncipe William, é apenas o presidente da Associação de Futebol da Inglaterra, organizadora do torneio, mas é compreensível que ela não queira abrir o precedente para qualquer fã de futebol do país com dificuldade para conseguir um ingresso.

Aliás, William é apaixonado torcedor do Aston Villa e tem a incumbência de entregar o troféu ao campeão da FA Cup. Imagina se o Arsenal for campeão.