Vincent Kompany não marca muitos gols. Tem 20 pelo Manchester City, seis pelo Anderlecht, quatro pelo Hamburgo, segundo o Transfermarkt. Mas parece que os reserva para quando o seu time mais precisa. “Eu não havia marcado nesta temporada, mas eu sempre sinto que, nos grandes momentos, eu farei alguma coisa”, afirmou o zagueiro de 33 anos, depois de soltar a perna de fora da área para fazer o golaço que deu a vitória por 1 a 0 aos Citizens, essencial na briga cabeça a cabeça com o Liverpool pelo título da Premier League. Agora, basta derrotar o Brighton, no próximo domingo, para ser bicampeão.

Não foi à toa que Gary Neville disse na TV inglesa que ele precisa apenas decidir onde quer a sua estátua. Porque não foi a primeira vez que Kompany, além do que entrega com vontade, liderança e na defesa, apareceu bem na frente em partidas decisivas, como mostraremos a seguir.

30/04/2012 – Manchester City 1 x 0 Manchester United

O título de 2011/12 entrou para a história pelo gol de Agüero, o do milagre, contra o Queens Park Rangers na rodada final. Mas aquela vitória valeu o caneco somente porque, duas partidas antes, o Manchester City igualou a pontuação do Manchester United com uma vitória por 1 a 0 contra o grande rival. E quem marcou aquele gol foi Kompany. David Silva bateu escanteio pela direita, e o zagueiro subiu muito alto, na entrada da pequena área, para cabecear ao fundo das redes. Na sequência, o City bateria Newcastle e QPR e seria campeão no saldo de gols.

26/12/2013 – Manchester City 2 x 1 Liverpool

A briga pelo título ainda não estava definida. Havia cinco times muito próximos na ponta. Mas, considerando que no fim o Manchester City foi campeão com dois pontos à frente do Liverpool, o confronto direto de dezembro, na 18ª rodada, fez a diferença. Philippe Coutinho abriu o placar para os Reds, e Kompany empatou sete minutos, novamente encontrando um escanteio cobrado por David Silva com a cabeça. Negredo, depois, fez o gol da vitória em uma corrida pelo título que iria até os momentos finais, mas daqui a pouco chegamos lá.

11/05/2014 – Manchester City 2 x 0 West Ham

Chegamos lá. O Liverpool tinha três pontos de vantagem para o Manchester City, quando perdeu do Chelsea, por 2 a 0, em Anfield, na 36ª rodada, o jogo do escorregão de Steven Gerrard. Os Citizens empataram em pontos e passaram à frente no saldo de gols: 62 a 50. A situação ficou melhor para o time azul no fim de semana seguinte, quando o o Crystal Palace arrancou um empate contra os Reds, e o 3 a 2 diante do Everton abriu dois pontos de vantagem. Realisticamente, o City perderia o caneco somente se perdesse do West Ham na rodada final. Nasri abriu o placar, e Kompany, no quarto minuto do segundo tempo, fez o último gol do seu time naquela temporada.

25/02/2018 – Arsenal 0 x 3 Manchester City

Uma campanha histórica na Premier League foi acompanhada por um título na Copa da Liga Inglesa. Era uma chance de Arsène Wenger levantar um caneco em sua última temporada treinando o Arsenal – a outra, na Liga Europa, parou na semifinal. Não deu. O Manchester City estava voando naquele momento e ganhou por 3 a 0. Kompany marcou o segundo. De Bruyne cobrou o escanteio, Gündogan bateu da entrada da área, e o zagueiro deviou às redes.

07/05/2018 – Manchester City 2 x 3 Manchester United

Decisivo o jogo era. O Manchester City poderia conquistar o título com cinco (!) rodadas de antecedência se vencesse o dérbi. E Kompany marcou o primeiro gol, cabeceando escanteio cobrado por Sané. Gündogan ainda fez 2 a 0, mas o resto da história não foi tão feliz para os homens de Guardiola. Pogba, duas vezes, e Smalling conseguiram uma virada improvável para o Manchester United e adiaram o título. Mas só por uma semana.

06/05/2019 – Manchester City 1 x 0 Leicester

E, claro, o gol da última segunda-feira, que em importância se compara apenas com aquele contra o Manchester United em 2012. O Leicester resistia bravamente à pressão do Manchester City, quando Kompany, aos 25 minutos do segundo tempo, ignorou os apelos dos companheiros para não arriscar de longe e soltou a perna no ângulo de Kasper Schmeichel. Foi a sua 37ª finalização de fora da área com a camisa dos Citizens. E apenas o primeiro gol marcado dessa maneira. E que gol.

.