Não tem João, vai José? Palmeiras não merece isso

Em tese, o Palmeiras fez a coisa certa, premido pela dura situação financeira que vive: perde seu melhor jogador, mas safa-se de algumas dívidas e recebe cinco jogadores que podem formar um elenco melhor para a Série B. Que é o importante, Libertadores é um sonho de verão.

O negócio torna-se péssimo e inclusive desrespeita a história do clube quando os nomes dos jogadores mudam: Marcelo Moreno, que seria o titular não vem mais e mesmo assim o negócio é fechado. A pressa ajuda apenas o Grêmio, que deseja fechar sua lista para a Libertadores.

Então, Barcos vai e o Palmeiras vai decidir quem vem. Vai tentar convencer alguém a vir. Vai pegar um troco a mais? Ora, não é mais um negócio envolvendo dois gigantes do futebol. É papo de time grande com time pequeno. E o Palmeiras não é pequeno. Muito pelo contrário.

RODADA – Os jogos de sábado mostraram a volta (mais uma) de Rivaldo, com gol marcado. Muita gente diz que Rivaldo não sabe a hora de parar, mas não vejo assim. Futebol é tã bom, se soubesse jogar eu também prolongaria essa felicidade eternamente.

Mostraram também a volta de Fabrício, depois de muito tempo parado, tentando se recuperar de contusões.  esott  Nosarsjo ve