“Não jogamos o tiqui-taca”, alfineta Xabi Alonso

Xabi Alonso enaltece estilo ofensivo do Real Madrid e alfineta Barça após vitória pela Copa do Rei

O Real Madrid ganhou mesmo uma injeção de moral após a vitória diante do seu grande rival Barcelona, na última terça-feira pela Copa do Rei. As provocações vindas do elenco madridista são muitas, devolvendo os anos de domínio do adversário em território espanhol.

Nesta quinta-feira foi a vez do meia Xabi Alonso repercutir o resultado. Entre outras declarações à magazine da Uefa, Xabi destacou o estilo ofensivo do Real, fazendo um contraponto ao “tiqui-taca” praticado pelo Barcelona, que consiste em muitos passes e demora na finalização.

“Nosso objetivo é claro: buscamos estar na área do adversário. Não jogamos o tiqui-taca. No ataque, temos jogadores que superam os que encontrei em outros clubes que defendi. Nossos atacantes podem criar ocasiões de gol a qualquer momento”, analisa o meia.

Sobre a partida de volta pela Liga dos Campeões, Xabi foi sensato ao comentar sobre o que a copa europeia significa para o clube. “Todos os que acompanham o futebol internacional sabem que o duelo entre Manchester-Real Madrid é a representação do puro futebol. Não creio que nossa décima taça tenha de virar uma obsessão, pois isso não ajuda. Mas é sim um objetivo importante”, comenta Alonso.

Ainda comentando sobre José Mourinho, o jogador defende seu comandante e elogia a postura e sabedoria do português. “Ele domina uma quantidade impressionante de variações táticas, todas inclusas em apenas uma partida. Sabe palestrar sobre tudo, sempre fala sobre a nossa preparação, de como podemos estar psicologicamente prontos para enfrentar qualquer desafio. Isso é primordial, especialmente para nós, pois temos a obrigação de vencer todos os compromissos”.

Por fim, Xabi fez uma auto-avaliação das funções que executa em campo e da importância que tem dentro do time titular do Real: “Minha posição é crucial no esquema. Um meia está em todas as jogadas, ajudando os companheiros e unindo a linha defensiva com a ofensiva. Nunca podemos nos esconder, devemos estar sempre concentrados e manter o nível durante os 90 minutos. Não podemos nos distrair. Um meia também tem de possuir a bola o menor tempo possível, fazendo com que ela circule de uma parte a outra do campo, da defesa ao ataque, da direita à esquerda”, finaliza.