Não bastasse acabar com o jogo, Dybala ainda marcou este gol de falta perfeito contra o Palermo

Argentino viveu grande noite contra o antigo time, marcando dois gols e dando uma assistência

Antes de se voltar ao duelo com o Porto na Liga dos Campeões, a Juventus teve compromisso pela Serie A nesta sexta-feira. Encararia um jogo teoricamente tranquilo diante do Palermo, sério candidato ao rebaixamento. Tranquilidade também provada na prática em Turim, com a goleada da Velha Senhora por 4 a 1. E o grande nome da noite foi justamente um ex-jogador rosanero, Paulo Dybala. O camisa 21 fez dois gols (incluindo uma pintura de falta) e deu uma assistência, além de carimbar a trave logo nos primeiros instantes, também na bola parada. ‘Lei do Ex’ cumprida com uma atuação fantástica do argentino.

A Juve saiu em vantagem aos 13 minutos. No rebote de um chute de Gonzalo Higuaín, Claudio Marchisio encontrou o caminho livre para estufar as redes. Já o primeiro gol de Dybala saiu aos 40. Cobrança de falta magistral, cheia de curva, na gaveta do goleiro Josip Posavec. Pois teria mais da dupla argentina na volta do intervalo. Dybala deu ótima enfiada para Higuaín fuzilar aos 18. Por fim, aos 44, o centroavante resistiu aos agarrões e à tentativa de falta para retribuir o presente, passando de calcanhar para o camisa 21 chutar no contrapé.

A situação da Juventus na liderança da Serie A continua numa calmaria imensa. Com um jogo a mais do que a Roma, os bianconeri abrem 10 pontos de vantagem. Podem se concentrar na visita a Portugal, enfrentando o Porto, que nesta sexta goleou o Tondela por 4 a 0.