O Nantes enviou uma carta ao Cardiff City exigindo a primeira parcela da taxa de transferência do atacante Emiliano Sala e ameaçando ações legais caso o pagamento não seja feito em dez dias, informou a imprensa inglesa. A notícia surgiu primeiro na BBC de Gales e foi confirmada pela ESPN, o Guardian e a Sky Sports.

LEIA MAIS: Destroços de avião Emiliano Sala são encontrados no Canal da Mancha

Sala foi contratado por £ 15 milhões, a contratação mais cara da história do clube galês, e desapareceu junto com o piloto do avião que o levava ao Reino Unido, em 21 de janeiro. A nave foi encontrada no Canal da Mancha, no último domingo. Existe uma operação em andamento para resgatá-la, e um corpo foi visto entre os destroços. Não se sabe se é o de Sala ou do piloto David Ibbotson.

Segundo a imprensa inglesa, a primeira das três parcelas do pagamento já deveria ter sido depositada para o Nantes. O Cardiff pretende honrar o compromisso, disse uma fonte do clube à BBC, mas apenas quando “todos os fatos” estiverem esclarecidos. De acordo com o Guardian, a cobrança dos franceses deixou o clube britânico “em choque e desanimado”, pelas circunstâncias e pelo momento em que ela foi feita.

A primeira comunicação do Nantes mencionando o pagamento chegou ao Cardiff na quinta-feira da semana passada. Cinco dias depois, os franceses enviaram outra mensagem, mais dura, ameaçando ações legais, caso eles não recebam o pagamento em até dez dias. Não está claro se o Cardiff está coberto por algum tipo de seguro para pagar a transferência.

De acordo com a Sky Sports, o Cardiff quer saber de quem era o avião que transportava Sala da França para o Reino Unido e se a nave realmente tentou decolar três vezes antes de finalmente colocar as rodas no ar rumo ao País de Gales. O Nantes ainda não se pronunciou sobre o assunto.