O Colo Colo vinha sofrendo nesta retomada do futebol no Chile. Os albos enfileiraram quatro partidas sem vencer na liga local, incluindo duas derrotas e dois empates – entre eles, o 1 a 1 no clássico diante da Universidad de Chile. O começo de campanha dos colocolinos já não era animador e o time beira a zona de rebaixamento. A Libertadores, todavia, voltou para elevar o moral do Cacique. Dentro do Estádio Monumental David Arellano, o Colo Colo começou perdendo diante do Peñarol, mas buscou uma importante vitória por 2 a 1. Mais uma ocasião histórica a Esteban Paredes, que virou o maior artilheiro do clube na história do torneio.

O primeiro tempo serviria para ampliar o drama do Colo Colo. Os chilenos tinham uma atuação lenta e repleta de erros, em que pouco funcionavam. Assim, o Peñarol se aproveitou para sair em vantagem, mesmo sem viver uma fase tão iluminada – com a troca de Diego Forlán por Mario Saralegui no comando técnico recentemente. O gol dos carboneros saiu num vacilo tremendo da zaga alba, aos 40 minutos. O goleiro Brayan Cortés até realizou duas grandes defesas em sequência, mas a sobra ainda ficou com o garoto Facundo Pellistri, que escorou.

O Colo Colo precisava de outra atitude na volta do intervalo e a reação seria rápida no segundo tempo. O empate aconteceu aos seis minutos, numa boa jogada coletiva. Os chilenos trocaram passes com precisão, até que Pablo Mouche cruzasse para Gonzalo Suazo concluir dentro da área. Mas o nome do jogo logo apareceria. Paredes protagonizava boa parte dos melhores lances dos colocolinos e provaria sua maior virtude: balançar as redes, como continua fazendo com frequência aos 40 anos.

O tento da vitória de Paredes veio graças a um pênalti sofrido por Marco Bolados. O camisa 7 apenas deslocou o goleiro Kevin Dawson e correu para o abraço. Com 21 gols na Libertadores, Paredes superou Chamaco Valdés como maior goleador do Colo Colo no certame. Mais uma marca na conta do maior artilheiro da história do Campeonato Chileno. São 197 tentos pelo Cacique, ao todo. Os anfitriões não manteriam a pressão e, mais cansado, o Colo Colo trataria de segurar o resultado no fim. O goleiro Cortés apareceria de novo com um milagre, voando para espalmar o que seria o empate de Pellistri. Garantiu os três pontos à equipe.

Com a vitória emocionante na Bolívia, o Athletico Paranaense lidera o Grupo C da Libertadores com seis pontos. O Colo Colo, ainda assim, dá um passo à frente e também soma seis pontos – atrás no saldo de gols. Na próxima semana, o confronto direto entre Furacão e Cacique acontece na Arena da Baixada. Jorge Wilstermann e Peñarol, que também irão se pegar, têm três pontos cada.

Colo Colo x Peñarol (Fonte: Soccerway)