Poderia ser uma final de FA Cup. Poderia ser uma rodada comum da Premier League. Mas neste domingo, os decadentes Portsmouth e Sunderland decidiram a EFL Trophy, uma espécie de Copa da Liga para equipes da terceira e quarta divisão inglesa. Diante de mais de 85 mil pessoas em Wembley, recorde na história do torneio, as duas equipes que já foram campeãs inglesas no passado e estão atualmente na League One, o terceiro nível da pirâmide do futebol inglês, fizeram uma final emocionante, decidida apenas nos pênaltis.

O Sunderland começou melhor a partida e abriu o placar com Aiden McGeady. O resultado favorável ao Portsmouth durou até os 37 da segunda etapa, quando Nathan Thompson empatou, levando o jogo para a prorrogação. A cinco minutos do fim do tempo extra, Jamal Lowe virou o jogo para o Portsmouth, mas McGeady voltou a deixar tudo igual no último minuto. Nas penalidades, o experiente Lee Cattermole, que está no Sunderland desde 2009, perdeu sua cobrança, enquanto o Portsmouth teve 100% de aproveitamento nas cobranças e ficou com o título, 11 anos depois da última conquista de copa nacional, a FA Cup de 2008.

As duas equipes também estão disputando o acesso para a Championship. O Portsmouth está em terceiro, com 74 pontos, e o Sunderland em quarto, com 73 pontos, ambas na zona de classificação dos playoffs de acesso. Com jogos a menos que o Barnsley, segundo colocado, ainda há chances de um acesso direto, e Portsmouth e Sunderland devem brigar ponto a ponto por mais essa conquista.