Cuauhtémoc Blanco parou de jogar ano passado, e até foi eleito prefeito de uma cidade mexicana, mas a sua despedida foi realizada no último sábado, no estádio Azteca contra o Morelia. Aos 43 anos, e sem jogar uma partida oficial desde abril de 2015, Blanco fez a festa da torcida do América e quase deixou o gramado (e o futebol) assinando mais uma pintura.

LEIA MAIS: Currículo de Blanco em candidatura a prefeito foi totalmente copiado da Wikipedia

Em uma partida oficial do Campeonato Mexicano, o técnico Ignacio “Nacho” Ambriz não podia arriscar muito com Blanco, que usava a camisa 100, em referência ao centenário do clube, que será comemorado este ano. O jogador estava sem muito ritmo de jogo e já tem uma idade avançada. Ficou 36 minutos em campo e distribuiu bons passes para os companheiros. Aos 10, quase marcou esse golaço por cobertura, mas a bola caprichosamente acertou o travessão.

Blanco foi substituído no final do primeiro tempo, e para a surpresa de ninguém, saiu de campo muito aplaudido pelo estádio Azteca.

 

O América seguiu em frente para vencer o Morelia por 4 a 1, gols de Peralta, Arroyo e Quintero (duas vezes). O time ocupa a quarta colocação do Mexicano e proporcionou uma bela despedida para um dos seus ídolos. Blanco ainda deu uma volta olímpica no Azteca para sentir o calor da torcida uma última vez.