A derrota da Argentina por 6 a 1 para a Bolívia em La Paz, em 2009, ficou para trás. Desta vez, com a Argentina, líder das eliminatórias, não perdeu da Bolívia jogando na altitude de 3.600 metros. O empate por 1 a 1 acabou sendo o resultado que deixou os argentinos satisfeitos, resistindo ao jogo de resistência dos bolivianos.

Nos primeiros 15 minutos, a Bolívia foi melhor e causou sufoco nos argentinos. O time de Messi mal conseguia chegar ao gol adversário ou chutar a gol. E o que aconteceu foi o gol, aos 25 minutos do primeiro tempo. Depois de cruzamento para a área, Marcelo Moreno tocou de cabeça e marcou.

O empate viria no final da primeira etapa. Messi começou a jogada, que acabou em cruzamento para a área, onde Ever Banega estava bem posicionado para tocar de cabeça sem nem pular: 1 a 1.

O segundo tempo foi em um ritmo mais lento. Muito porque a Argentina quis diminuir a rotação dos motores. A falta de qualidade da Bolívia fez o resto do trabalho. A Argentina chega a 24 pontos, líder com folga. A Bolívia é penúltima, com nove pontos. Na próxima rodada, a Argentina recebe a Colômbia, enquanto a Bolívia recebe a Venezuela.