GamesMundo

Veja todas as mudanças que prometem deixar o Modo Carreira muito melhor em Fifa 16

A semana tem sido de diversas informações reveladas sobre Fifa 16. Tivemos a divulgação dos novos jogadores lendários para o Ultimate Team, a lista de novos estádios e agora é a vez de sabermos quais as novidades de um dos modos de jogo mais populares da franquia: Carreira. Buscando aproximar ainda mais a experiência de se comandar um time do que acontece na realidade, a EA Sports anunciou uma série de alterações que prometem melhorar o jogo, baseadas em demandas da comunidade de jogadores.

VEJA TAMBÉM: Fifa 16 libera novo trailer para deixar os jogadores mais ouriçados

A primeira mudança que você notará logo que assumir o comando do seu Southampton, assinar com o Valencia ou começar o modo de jogo com qualquer equipe que seja é a introdução dos torneios de pré-temporada. Essas competições amistosas, disputadas principalmente fora da Europa, já se tornaram tradição da preparação das equipes para uma nova temporada – e agora enfim estarão presentes no Fifa. Com nomes genéricos, claro. Nesses jogos, você não terá limitação de substituições, o que possibilita que cenas como esta abaixo aconteçam.

Provavelmente, você notará que alguns jogadores do seu elenco têm algum potencial para se desenvolver ou estão abaixo do nível que deveriam estar apresentando, mesmo na pré-temporada. Nestes casos, poderá designar treinos individuais para esses atletas, melhorando os atributos que achar mais interessantes para cada comandado. Se sua estratégia for de revelar jogadores, escolha os moleques que subiram há pouco tempo da base. Se quiser um time titular cada vez mais forte, coloque as estrelas para trabalhar mais. Com a limitação de cinco atletas por vez, você precisará saber bem sua estratégia e ter foco.

FIFA 16 Career Traininig (In Menus)
FIFA 16 Career Traininig (In Menus)

Enquanto você estiver disputando esses jogos amistosos e testando suas peças, poderá notar algumas carências no seu elenco que mesmo com os treinamentos específicos não seriam consertadas. O próximo passo então é correr para o mercado de transferências. Lá, você encontrará uma série de mudanças em relação ao Fifa 15. Ao mandar os olheiros para os mais diversos cantos do mundo, por exemplo, você terá à sua disposição os relatórios por um ano, em vez de três meses, como acontecia na edição anterior do game.

VEJA TAMBÉM: Testamos o Fifa 16 e podemos dizer que há novidades bem mais legais que Oscar na capa

Se tiver escolhido um Manchester City ou PSG, você não será mais surpreendido com um orçamento para transferências abaixo do esperado. A EA Sports garante que agora esses valores estão muito mais condizentes com os da realidade. Mais coerentes também estão os valores de mercado dos atletas, segundo a desenvolvedora, e as transferências também serão mais realistas. Em outras palavras, você não verá mais uma dezena de estrelas mudando de clube a cada janela, como acontecia nas versões anteriores da série.

O outro lado da moeda dessa maior semelhança com a vida real é que, se você pegar um time fraco, o orçamento naturalmente será baixo. Neste caso, ir atrás de jogadores com passe livre é sempre a melhor alternativa, e agora você não precisará mais esperar que a janela de transferências esteja aberta para fazer isso. Os empréstimos também são uma boa opção, e você terá mais liberdade também nesse quesito. Os empréstimos curtos passarão de três para seis meses, e você ainda poderá contratar atletas por empréstimos de até duas temporadas. O suficiente para pegar um jogador que consiga desequilibrar na League One e levar o seu Bradford City até à Premier League em dois anos.

image_2.img

A história da sua equipe na temporada também será contada de maneira mais detalhada pelos narradores, que falarão da campanha do time no campeonato, de uma contratação específica, de uma estreia marcante de um de seus atletas ou mesmo de especulações na janela de transferências. Tudo para tornar cada vez mais concreta a sensação de que você está de fato comandando um time.

Produtor de Fifa 16: “As pessoas precisam lidar com o fato de que o futebol feminino está aí”

Considerando as melhorias feitas nos últimos anos na narração, é de se esperar que essa promessa de maior imersão seja de fato cumprida. Mas tudo isso e a eficácia de todas as outras alterações contadas acima só poderão ser confirmadas mesmo em 22 de setembro (no Brasil, em 24 de setembro), quando o jogo será oficialmente lançado. Enquanto isso, o jeito é torcer para que o game seja tão bom quanto promete.

Mostrar mais

Leo Escudeiro

Apaixonado pela estética em torno do futebol tanto quanto pelo esporte em si. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, com pós-graduação em futebol pela Universidade Trivela (alerta de piada, não temos curso). Respeita o passado do esporte, mas quer é saber do futuro (“interesse eterno pelo futebol moderno!”).

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo