Mundo

No jogo do Papa, Maradona e Baggio formaram uma dupla divina

O Estádio Olímpico de Roma foi palco de um jogo nostálgico nesta segunda-feira. Javier Zanetti e o Papa Francisco tiveram a ideia de realizar um amistoso para promover a paz. E convidaram vários craques “inter-religiosos” para pedir o fim dos conflitos que se desdobram em diversas partes do planeta, entre elas Gaza, Ucrânia, Síria e Iraque. As lendas foram ao encontro com o pontífice no Vaticano, ainda que nem todas tenham entrado em campo.

Curiosamente, os que chamaram mais atenção na vitória por 6 a 3 do time organizado por Zanetti foram dois craques com apelido religioso. Maradona e Roberto Baggio não abriram mão da camisa 10, mesmo defendendo as mesmas cores, e mostraram a maestria que têm em comum. Em um lindo passe de trivela de D10s, Il Codino Divino driblou o goleiro antes de balançar as redes. O grande momento do amistoso que ainda contou com Shevchenko, Buffon, Simeone, Del Piero, Valderrama, Zamorano e tantos outros veteranos.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo