BrasilMundo

Futebol preocupa. Culpa é dos veteranos, não de Neymar

A derrota para o México é muito preocupante. Não porque o Brasil ficou sem o seu sonhado ouro olímpico, mas sim pelo rendimento de Neymar. Futebol olímpico é sub-23, coisa para garotos, perder não é para se matar, mas o problema é que um desses garotos, justamente o Neymar, é a grande esperança para 2014.

Não quero massacrar Neymar. Eu o considero um grande jogador. Um moleque que joga o tipo de futebol que eu gosto, mas a verdade é que ele não está fazendo a diferença. E, devido à situação atual, paupérrima, o Brasil precisa que ele decida.

Não decidiu contra o Barcelona. Não decidiu na Copa América. Não decidiu contra o Corinthians. Não decidiu na Olimpíada. Em algumas dessas competições, foi até bem, mas não decidiu.

Além dele, o Brasil sonhava com Ganso como armador da seleção. E eu vejo Ganso cada vez com menos tesão de jogar futebol. Ele não tem a capacidade que os craques têm de transformar um jogo duro em fácil. Quandoestá fácil jogar, Ganso brilha. Quando está difícil, se apaga.

Oscar? Não o vejo com força e velocidade para ser um grande jogador. E nem com inteligência suficiente para ser um grande armador. Não sei se é 8, não sei se é 10, nas duas é bom, em nenhuma é ótimo.

Lucas? Não. Boa gente, esforçado, rápido, forte, mas não o vejo decidindo uma Copa.

Não é culpa dos garotos. Eles deveriam fazer parte de um time já montado, formado por veteranos em ótima forma. Mas, se um dos jogadores acima de 23 (Hulk) termina na reserva do sub-23 é por que a coisa está ruim, não?

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo