Munas Dabbur, atacante do Sevilla, roubou temporariamente o posto de artilheiro da seleção israelense de Eran Zahavi e anotou dois gols na vitória do seu país sobre a Letônia, por 3 a 1, nesta terça-feira, mantendo remotas chances de vaga na Eurocopa de 2020. O segundo tento de Dabbur foi ao fim de uma bonita jogada coletiva.

A Letônia é a presa do Grupo G, agora com oito derrotas em oito rodadas, e 27 gols sofridos. Israel dominou completamente a partida, com 71% de posse de bola, 28 finalizações, sendo 15 certas, e abriu o placar, com o próprio Dabbur, logo aos 16 minutos. Eran Zahavi, artilheiro das Eliminatórias da Eurocopa, marcou seu 11º gol para fazer 2 a 0.

A Letônia assustou ao descontar, aos 40 minutos, com apenas o seu segundo gol nas Eliminatórias, mas Israel restaurou a vantagem antes mesmo de ir ao intervalo. A jogada começou no meio-campo, e foi de pé em pé até chegar a Zahavi, na intermediária. O artilheiro deixou com Dia Saba, que devolveu para Zahavi. Um toque de primeira de canhota deixou Dabbur livre, na cara do goleiro. Uma elegante cavadinha valeu o terceiro gol.

Apesar da vitória, as chances de classificação de Israel ainda são muito remotas. O país está com 11 pontos, empatado com Eslovênia e Macedônia do Norte, a cinco da Áustria, segunda colocada. Precisaria ganhar seus últimos dois jogos, contra a líder Polônia, em casa, e fora diante da Macedônia, e torce para os austríacos perderam as duas.

O problema é que a Macedônia do Norte pode até causar uma surpresa, mas dificilmente a Letônia, adversária da Áustria na rodada final, conseguirá vencer. Um empate não serviria porque no máximo Israel empataria em 17 pontos, mas os austríacos levam vantagem no gol marcado fora de casa no confronto direto. Perderam fora por 4 a 2 e ganharam em seus domínios por 3 a 1.

.

.

Classificações Sofascore Resultados