Parecia um dia destiano a mais uma zebra causada pelo Watford, mas o Chelsea arrancou uma virada incrível na abertura da rodada da Premier League. Apesar da boa atuação de Richarlison pelo Watford, o Chelsea venceu por 4 a 2, em uma grande atuação de Michy Batshuayi e com as mudanças do técnico Antonio Conte fazendo efeito. Um jogaço que deixou os torcedores do Blues extasiados e os do Watford frustrados.

LEIA TAMBÉM: Richarlison: “Já apontaram uma arma para minha cara, jogar contra o Chelsea é bem mais fácil”

A frustração vem especialmente porque o time jogou bem o suficiente para vencer e perdeu oportunidades para isso. Richarlison foi o centro das atenções, com boas jogadas, incluindo de um dos gols, mas também perdeu duas chances claras para marcar.

O Chelsea sofreu e não fazia um bom jogo até o meio do segundo tempo. Foi quando vieram as substituições e a postura do time mudou, pressionou e mais do que virar o jogo, marcou mais um. E olha que tudo começou bem para os azuis.

Pedro marcou um golaço a 11 minutos do primeiro tempo. Hazard tocou para trás, quando o Watford defendia-se se um escanteio. O atacante espanhol bateu de primeira, colocado. A bola bateu na trave e entrou, sem nenhuma chance de defesa para o goleiro Gomes.

O Chelsea, melhor na partida, quase chegou ao segundo gol um pouco depois. Fàbregas recebeu passe para ficar cara a cara com o goleiro. O meia tentou uma cavadinha, mas Gomes defendeu e impediu o segundo gol dos mandantes.

Quem se destacava, mais uma vez, era Richarlison. O atacante, jogando aberto pela esquerda, causava problemas para a defesa. Fez com que o zagueiro Rudiger acabasse o primeiro tempo com um cartão amarelo, além de ser a melhor opção ofensiva do time comandado pelo técnico Marco Silva.

O empate veio no fim do primeiro tempo. Depois de lateral cobrado para a área, David Luiz afastou de cabeça e a bola sobrou para Abdoulaye Doucouré, que bateu bem de pé direito e marcou: 1 a 1. O time visitante não tinha nem feito tanto para empatar, mas saiu para o intervalo no lucro.

O Watford começou muito bem no segundo tempo. Primeiro, Richarlison perdeu um gol feito depois de um cruzamento da direita. Logo o brasileiro se recuperaria, em um lance que deu o gol a um companheiro. Pouco depois, aos quatro minutos, Bakayoko perdeu a bola no meio e o Watford foi muito rápido no contra-ataque. Deeney recebeu pelo meio e abriu para Richarlison na esquerda. O brasileiro rolou para Roberto Pereyra, que tocou com tranquilidade para marcar 2 a 1.

Poderia ser ainda pior para os Blues. Em um cruzamento para a área, Richarlison apareceu bem, mas finalizou mal. Cabeceou errado e perdeu o seu segundo gol no jogo. A boa atuação do atacante não seria apagada, mas certamente os gols fariam falta.

Sem jogar bem, o Chelsea tentava o empate com as armas que tinha. Antonio Conte, vendo o time apático em campo, tirou Álvaro Morata, apagado, e colocou o belga Michy Batshuayi e Willian no lugar de Marcos Alonso. Com isso, Azpilicueta virou ala pela esquerda e Pedro pela direita. Willian foi para o ataque no lugar antes ocupado por Pedro.

O empate veio no primeiro chute que o Chelsea acertou no gol. Pedro, pela direita, fez o cruzamento para a área e Batshuayi cabeceou no canto para marcar o gol de empate: 2 a 2. E o gol mudou muito a partida. As mudanças feitas pelo técnico mudaram o jogo.

A virada quase aconteceu quando Fàbregas, em cobrança de falta, inteligentemente surpreendeu a defesa do Watford com um passe rasteiro, em vez de levantar para a área. A bola foi na direção de Batshuayi, que girou e chutou para fora.

A terceira mudança de Conte quase deu um resultado instantâneo. Zappacosta, que entrou no lugar de Pedro, no seu primeiro toque na bola cruzou para a área, mas ninguém conseguiu aproveitar. Mas outra jogada com o ala italiano teria um resultado diferente.

Zappacosta tocou para Willian, que fez um bom drible na direita e cruzou. A bola desviou no zagueiro Kabasele e Azpilicueta tocou de cabeça para virar o jogo aos 42 minutos: 3 a 2. A frustração era grande no Watford, mas aumentaria.

Em uma saída de bola errada do zagueiro Brittos, do Watford, Bakayoko tomou a bola com uma cabeçada e Batshuayi, brigando com a marcação, tocou para marcar mais um para o Chelsea e fechar o placar: 4 a 2, aos 49 minutos do segundo tempo.

O Chelsea, assim, se recupera na tabela. Chega a 16 pontos e vai ao quarto lugar, tomando a posição do próprio Watford, que fica com 15 pontos.


Os comentários estão desativados.