José Mourinho está de volta ao trabalho. Não como técnico. Ele será comentarista da emissora beIN Sports, do Catar, que está presente em diversos países da Europa. Ele comentará jogos da Copa da Ásia e da Premier League, esta sim uma das ligas que ele mais conhece. O anúncio vem na semana que ele disse que não pretende trabalhar em Portugal, depois de declarações do presidente do Benfica.

LEIA TAMBÉM: Ao deixar o Alavés, Ibai Gómez deu uma rara mostra de empatia com a torcida que abandona

 

O treinador português foi demitido do Manchester United em dezembro. Depois da sua saída, o time venceu seus cinco jogos com o treinador interino Ole Gunnar Solskjaer. Mourinho ainda é muito cotado e as especulações o ligaram a uma possível volta a Portugal, onde ele fez muito sucesso pelo Porto. Ele ficou no clube de 2004 a 2007 e conquistou dois Campeonatos Portugueses, uma Copa de Portugal, uma Copa da Uefa e uma Champions League. Antes disso, em 2000, ele teve a sua primeira oportunidade como técnico por um curto período no Benfica.

“Eu não gosto de alimentar essas histórias, mas eu não tenho a intenção de trabalhar em Portugal”, afirmou ele ao jornal Correio da Manhã, na quinta-feira, 9. “O melhor jeito de respeitar um grande clube como o Benfica e um grande presidente é dizer que eu não fui procurado”.

Como comentarista da beIN, Mourinho irá estrear com o jogo entre Catar e Arábia Saudita, na próxima quinta-feira (17), pela fase de grupos da Copa da Ásia. Dois dias depois, ele fará sua estreia na Premier League, com o duelo entre Arsenal e Chelsea, um dos seus ex-clubes. Será que o Special One vai mandar bem nos comentários? Na Copa do Mundo, ele atuou como comentarista da RT, emissora russa que transmite em inglês.


Os comentários estão desativados.