Após a declaração dada em entrevista à BBC que voltaria ao futebol inglês, José Mourinho rechaçou que saia do Real Madrid em breve. O português ressaltou o prazer em treinar o time e disse que a citação foi desviada de seu contexto original.

“O melhor desse elenco ainda está por chegar e eu não quero perder isso. Estou muito feliz, tenho enorme orgulho de ser o treinador do Real Madrid. Não vejo o motivo de partir e nem quero partir”, afirmou.

Mourinho explicitou a situação da frase: “Foi um programa sobre os Jogos Olímpicos e que falava sobre as ciências que contribuem para o esporte. Uma conversa de meia hora que termina quando me perguntam quando vou voltar ao futebol inglês. Digo o mesmo de sempre, que estou encantado de estar no Real Madrid. Todos sabem que gostei muito da Inglaterra e que eu tenderei a voltar para lá, mas espero que seja daqui a 20 anos”.

“Agora não penso nisso, porque estou no Real Madrid. Transformaram a entrevista em uma história interminável, que eu queria partir, que estava me preparando para partir. Fiquei triste, porque isso induz as pessoas pensarem e interpretarem as coisas de um modo completamente diferente”, concluiu.