Mourinho: “Barcelona não é mais o exemplo a ser seguido”

Técnico do Real Madrid diz que chegou o momento que as pessoas não fazem mais comparações com o clube catalão

O Barcelona é visto como um time de futebol modelo para os demais depois de encantar o mundo e conquistar muitos títulos sob o comando de Pep Guardiola. Depois de passar a temporada passada sem conseguir nem o título da Liga dos Campeões, nem o do Campeonato Espanhol – venceu a Copa do Rei -, o técnico do Real Madrid, José Mourinho, acredita que o futebol apresentado pelos blaugranas não é mais um modelo a ser seguido.

“Eu acho que chegou o tempo que as pessoas falam menos sobre o Barcelona e que as pessoas não tentam mais fazer comparações com eles”, disse o técnico à revista France Football. Mourinho declarou que prefere um estilo de jogo diferente do rival blaugrana.

“Eu gosto de vencer e o Barcelona faz isso. Eles venceram muitos títulos e irão continuar a fazer isso no futuro. Contudo, eu prefiro a filosofia do Real Madrid. Nós fomos muito eficientes na temporada passada e jogamos em um nível impressionante”, disse Mourinho.

“Nós jogamos um futebol bonito e espetacular. Eu gosto do estilo de jogo do Real Madrid. O cara que pode me convencer que existe um estilo que é mais atrativo que os outros ainda está para nascer”, continuou o técnico.

“Algumas pessoas gostam do estilo do Barcelona e outros não. Eu respeito a filosofia deles e eu tenho que admitir que é difícil jogar contra eles. Alguns times estão tentando copiar o que é visto como o ideal. O Real Madrid tem a sua própria identidade”, analisou.

O português ainda defendeu que Cristiano Ronaldo é quem mais merece ganhar a Bola de Ouro da Fifa. “Messi e Cristiano estão em um nível diferente do resto. Cristiano não teve ninguém igual, porém, na última temporada. Ele ganhou a liga e quebrou muitos recordes”, afirmou Mourinho.

“Além disso, ele chegou até as semifinais da Eurocopa de 2012 com um time que não se esperava chegart tão longe. Se Messi vencer, porém, eu respeito isso e não direi uma palavra sobre isso”, disse. Nas últimas três temporadas, Messi foi eleito o melhor do mundo – incluindo as duas últimas edições, já com a integração entre Bola de Ouro e prêmio da Fifa.