Um dos pontos mais interessantes do jogo entre Itália e Espanha nesta segunda-feira, pelas oitavas de final da Eurocopa, será o confronto entre Álvaro Morata e seus companheiros de Juventus na defesa italiana, Giorgio Chiellini, Andrea Barzagli e Leonardo Bonucci. Os três são titulares da Itália e irão marcar o atacante espanhol, que foi companheiro a maior parte do tempo.

LEIA TAMBÉM: Golaço de Boateng, Gomez e Draxler: Alemanha finalmente apareceu na Eurocopa. Azar da Eslováquia

Morata, de 23 anos, viveu muita agitação quando se apresentou à seleção espanhola para a Eurocopa. isso porque, durante a competição, o Real Madrid divulgou que exerceu a cláusula de recompra do jogador por € 30 milhões, dois anos depois de ter vendido o jogador por € 20 milhões. Ele retorna ao clube que o formou, embora ainda não se saiba se ele será utilizado ou será revendido. Clubes ingleses especulam a sua contratação e o Real Madrid poderia ter lucro com a operação.

De reserva do Real Madrid, Morata se tornou um jogador importante na Juventus, ajudando, inclusive, a eliminar os próprios merengues na temporada 2014/15, quando a Juventus bateu o Real Madrid. Morata marcou em pleno Santiago Bernabeu. De saída, Morata fez elogios aos zagueiros da Juventus, que são titulares também da Itália, dizendo que são “os melhores do mundo”. Os companheiros responderam com muitos elogios ao atacante.

“Eu estou muito feliz ao ouvir todas as coisas boas que os meus companheiros de Juventus falaram sobre mim”, afirmou o atacante, em entrevista coletiva. “Eles me ajudaram muito e me fizeram um jogador melhor. Eu sinto muito pelos torcedores que estão bravos porque eu saí, eu sei que eles preferiam que eu ficasse, mas eu tenho que olhar para frente”, continuou o atacante espanhol.

“Eu sempre serei grato a eles, porque eles me ajudaram muito. Para um atacante, é muito difícil jogar na Itália, então estar na Juventus realmente me ajudou muito taticamente também”, explicou ainda Morata. “Em termos táticos, a Itália é um dos melhores times do mundo. Se eles marcarem primeiro, será muito difícil para nós voltar ao jogo, mas nós não podemo focar só nisso. Não será fácil, mas nós achamos que podemos vencer”, analisou ainda o jogador. 

“Se eu jogar amanhã, então será provavelmente a partida mais importante da minha carreira até agora. É um prazer jogar um jogo como esse e eu não sinto a pressão, porque eu estou representando a Espanha e todos os meus companheiros de time me ajudam a relaxar. Eu espero que as coisas caminhem bem”, disse Morata.

Itália e Espanha se enfrentam pelas oitavas de final da Eurocopa nesta segunda, 27, às 13h (horário de Brasília). O jogo será transmitido pela Band e pelo SporTV.