Álvaro Morata assustou os espanhóis ao sentir dores na perna direita no amistoso contra a Bélgica. Ainda no primeiro tempo da partida, o camisa 7 da Furia teve que ser substituído por conta da lesão. Para a sorte de Julen Lopetegui e da torcida, não era nada grave. Tanto que o atacante balançou a rede duas vezes na goleada por 8 a 0 em cima de Liechtenstein, válida pelas Eliminatórias. Agora, Morata e seus companheiros de seleção pensam no próximo desafio: tentar vencer a Itália fora de casa. E sem um dos principais jogadores azzurri.

LEIA TAMBÉM: Morata: “Eu costumava ver a Espanha pela televisão, agora estou jogando com eles”

“Me deu uma alegria imensa quando vi que haviam expulsado [Giorgio] Chiellini”, confessou Morata em entrevista ao Diario AS. O jogador se referia ao cartão vermelho que o zagueiro da Itália recebeu no confronto contra Israel, na última segunda-feira. “Ele sabe que o adoro. Chiellini me ajudou muito e me deu muitos conselhos quando eu estava na Juventus. Mas meus tornozelos agradecem [a suspensão do italiano]”, continuou, antes de soltar uma risada. Morata é uma das crias da base do Real Madrid. Em 2014, aos 20 anos, o clube blanco o vendeu para a Juventus. E ao que parece, Chiellini foi um dos bianconeri que ajudaram o espanhol a se tornar um jogador melhor.

Ao passo em que o atacante está de volta ao Santiago Bernabéu, ele retornará à Turim no próximo mês. Agora, para buscar pontos com a seleção de seu país, que atualmente está no topo de seu grupo nas Eliminatórias. “Estou ansioso para a partida contra a Itália. Precisarei de um camarote para todos os meus amigos e familiares que querem ir. Vamos ansiosos por revanche, já que fomos eliminados da Eurocopa por conta dos italianos”, disse ainda o camisa 7 da Espanha, que vem tendo ótimas atuações desde que Lopetegui assumiu o cargo de treinador.

“Estou muito feliz. Tanto por mim, individualmente, já que me sinto muito bem por estar aonde estou, quanto pela resto da equipe. Estou muito contente com a forma que estamos jogando”, revelou Morata. Quando perguntado sobre Diego Costa, quem entrou em seu lugar contra a Bélgica e foi substituído pelo camisa 7  diante de Liechtenstein, o atacante merengue foi incisivo: “É um craque!”. Morata falou também sobre a disputa pela posição, afirmando que os dois poderiam jogar juntos. ” Costa é ótimo para o grupo. Estou muito feliz por ele”, complementou.

Chamada Trivela FC 640X63