Leonardo Jardim retornou ao Monaco, substituindo Thiery Henry, para tentar salvá-lo do rebaixamento no Campeonato Francês. Parecia ter encaminhado a missão quando emendou uma sequência de sete partidas invicto que fez o clube abrir oito pontos de vantagem para a zona da degola. No entanto, outra série ruim de resultados coloca os monegascos em apuros para as últimas duas rodadas.

Desde então, o Monaco perdeu do Caen, do Paris Saint-Germain e do Saint-Étienne, apenas empatou com Guingamp, rebaixado, Stade Reims e Rennes, e, neste sábado, foi derrotado por 1 a 0 fora de casa pelo Nîmes, oitavo colocado da Ligue 1.

O gol saiu aos oito minutos. Logo depois de acertar uma bola na trave e causar o pandemônio na defesa do Monaco, o Nîmes subiu com Sadia Thioub pela direita, e o cruzamento na primeira trave foi cabeceado com firmeza por Renaud Ripart. Adrien Silva quase empatou com um chute fraco da entrada da área que pegou o goleiro Bernardoni, com a visão bloqueada, de surpresa. No susto, ele conseguiu espalmar.

Glik completou escanteio com perigo, mas pegou fraco também, e facilitou a defesa de Bernardoni. No segundo tempo, em outro canto, o goleiro francês socou com as duas mãos a cabeçada de frente de Falcao García, e, no outro lado, Benaglio voou no ângulo para defender a testada de Ripart.

O Nîmes quase matou o jogo em um bonito contra-ataque. Ripart recebeu pela direita e acionou Thioub com um toque de primeira, no outro lado do gramado. O potente chute cruzado de canhota tirou tinta da trave de Benaglio. Antes do fim, Thioub ainda perdeu um gol feito. Recebeu da esquerda na marca do pênalti e encheu a perna na trave. A bola ainda bateu nas costas do goleiro suíço e estava entrando, antes de Benaglio conseguir o corte salvador.

Os resultados ruins do Monaco atribuem emoção às últimas rodadas de um Campeonato Francês cujo campeão está decidido há muitas semanas. O time do Principado está com 33 pontos, mesma pontuação do Caen (leva vantagem no saldo: -19 a – 20), atualmente ocupante da posição dos playoffs do rebaixamento. O Dijon, vice-lanterna, tem 31.

O que ajuda o Monaco é a tabela. O campeão de 2016/17 ainda enfrenta o Amiens, imediatamente acima, com 35 pontos, em casa, e viaja para enfrentar o Nice. O Caen, porém, mede forças fora de casa com o Lyon, ainda precisando confirmar vaga na Champions, antes de receber o Bordeaux. E o Dijon tem confronto contra o Paris Saint-Germain e depois contra o Toulouse.

O Campeonato Francês é transmitido para o Brasil pela DAZN que, em parceria com a Trivela, oferece um mês grátis de assinatura, que pode ser cancelada a qualquer momento. Basta clicar aqui.