O Real Madrid recebe o Ajax, nesta terça-feira, com o peso de ter perdido três vezes seguidas no Santiago Bernabéu, para o Girona e para o Barcelona, chegando a seis derrotas como mandante na temporada, já a pior marca do clube em quase 20 anos. Nesses momentos de baixa, sempre surge a pergunta: o quanto Cristiano Ronaldo faz falta? Luka Modric, eleito melhor jogador do mundo ano passado, respondeu que o time obviamente sente falta do português, mas cobrou que outros jogadores assumam responsabilidade pelos 50 gols por temporada que se mudaram para Turim.

LEIA MAIS: Barcelona foi mais time que o Real Madrid e, mais do que vencer, passa a ter vantagem histórica sobre o rival

“É um jogador que faria falta a todas as equipes. Buscar uma reposição para Cristiano é quase impossível. O que o clube tentou foi que outros jogadores cumprissem sua função, que fosse dividida entre os jogadores de frente. E isso não é fácil. Cristiano fez 50 gols e não se pode encontrar alguém que marque tanto. Alguns teriam que dar um passo à frente e, não fazer 50 gols, mas dois ou três jogadores fazerem 15, 20 ou dez gols. E isso não temos”, afirmou.

O artilheiro do Real Madrid na temporada é Karim Benzema, com 20 gols, seguido por Gareth Bale, com 13, e Sergio Ramos, com 11. Depois disso, os mais próximos são Lucas Vázquez e Marco Asensio, com cinco cada. “Acredito que é nosso maior problema este ano. Por exemplo, no dia da Copa do Rei contra o Barcelona, criamos muitas chances, mas um rival com tanta qualidade castiga. Cristiano não está aqui e não podemos reclamar dez anos de que Cristiano não está aqui. O clube colocou fé em outros jogadores, como Gareth, Asensio, Karim, trouxe Mariano (Díaz), tem Vinícius que está jogando muito bem para a idade dele. Mas, às vezes, as coisas não acontecem como queremos”, disse o croata.

Duas derrotas seguidas para o Barcelona foram duras para o Real Madrid, particularmente a da Copa do Rei. O time de Santiago Solari pressionou e criou muitas oportunidades, mas acabou perdendo por 3 a 0. A sequência, que inclui também derrota por 2 a 1 para o Girona pelo Campeonato Espanhol, motivou uma reunião nos vestiários para acertar os ponteiros.

“Não posso dizer o que conversamos, mas com certeza conversamos e, quando as coisas não vão bem, temos que falar como uma família. O que nos falta nesta temporada é continuidade. Começamos muito bem, veio uma fase de derrotas, voltamos a jogar bem. Falta continuidade e faltam gols também, é claro, mas trabalhamos e não podemos nos render. Quando se perde duas partidas contra seu maior rival, não é algo que o faz se sentir bem. Mas o importante é estar pronto para a próxima partida. Não há tempo para lamentar o que passou”, disse.

O Real Madrid ganhou o jogo de ida contra o Ajax por 2 a 1, mas Modric ainda espera muitas dificuldades na volta. “Para nós, um jogo de Champions League é sempre muito importante, sobretudo este contra uma equipe muito boa, jovem e ambiciosa. É uma partida chave para esta temporada. Queremos estar nas quartas de final. Não será fácil, mas estamos preparados e vamos fazer um grande jogo”, disse. “Eles não vão mudar muito. Jogam de forma muito parecida dentro e fora de casa. Certeza que virão com as mesmas ideais. Eles não têm nada a perder e, por isso, é uma partida muito perigosa. Não podemos ter pressa, mas precisamos ficar atentos. Ter paciência. Estarmos tranquilos e unidos”.