No meio da temporada o Milan não tinha muito o que comemorar, mas termina a temporada em alta e com boa perspectiva para a próxima temporada. Nesta última rodada da Serie A, os rossoneri venceram o Cagliari por 3 a 0 em casa. Além da vitória, uma boa atuação e ainda gol de Zlatan Ibrahimovic, um jogador que, justificadamente, causava alguma desconfiança do seu rendimento quando chegou, em janeiro, já com 38 anos. O time chegou a 13 jogos sem perder, 12 se contar só a Serie A (há ainda um jogo na Copa da Itália, 0 a 0 com a Juventus), e uma perspectiva boa para a próxima temporada.

Aos 10 minutos de jogo, o Milan saiu em vantagem. Rafael Leão recebeu dentro da área, pela esquerda, e tocou para o meio. A bola tocou a trave, nas pernas de Ragnar Klavan e entrou: 1 a 0 para o time de Milão. Um lance de muito azar do zagueiro, que não tinha nem muito o que fazer na situação.

No final do primeiro tempo, o árbitro Serra Marco apitou um pênalti em uma cabeçada de Ibrahimovic que tocou no braço do defensor Sebastian Walukiewicz. Não pareceu um lance para marcar a penalidade, mas foi marcada. Só que o sueco desperdiçou: cobrou cruzado, no canto, e bateu fraco. O goleiro Alesso Cragno defendeu sem dificuldades.

No segundo tempo, porém, o gol veio. Primeiro, Ibrahimovic recebeu na esquerda, cruzou rasteiro na direção de Hakan Çalhanoglu, que estava livre no meio da área, mas ele chutou por cima do gol. Logo depois, em uma jogada pelo meio de Théo Hernandez, que conduziu a bola até as imediações da área, tentou o passe para Ibra, mas a bola bateu no defensor e voltou. Sobrou para Samu Castillejo, que tocou para Ibra, dentro da área. O camisa 21 soltou uma bomba, no alto, sem dar nem chance de defesa: 2 a 0 Milan. Foi o seu 10º gol em 18 jogos disputados na temporada pelo clube.

O terceiro veio em seguida. Ibrahimovic brigou pela bola, recuperou, Castillejo tocou para Giacomo Bonaventura, que cruzou rasteiro de volta para Castillejo. Ele dominou e girou para se livrar da marcação e tocou para o fundo da rede: 3 a 0, aos 12 minutos.

Ao contrário do começo da temporada com o técnico Marco Giampolo, o Milan termina 2020/21 com a sensação que dava para fazer mais. A chegada de Stefano Pioli melhorou as coisas, mas também a chegada de Ibrahimovic e, especialmente, um melhor rendimento coletivo do time. O que parece é que o Milan termina a Serie A com mais esperança do que tinha até o meio da temporada, quando tudo já parecia perdido.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore