O Milan pós-paralisação do futebol é outro, não há como negar. O triunfo convincente sobre o Bologna neste sábado (18), uma goleada por 5 a 1, estendeu a sequência para oito jogos sem derrotas na Serie A, incluindo seis vitórias, tudo no período desde o reinício da competição.

A confiança está em alta como poucas vezes pudemos testemunhar no clube nos últimos anos, e isso se reflete em atuações mais confortáveis consigo mesmo, além da potencialização dos talentos presentes no elenco. A vitória deste sábado mostrou tudo isso por meio de jogadas bem trabalhadas, gols bonitos e um entendimento grande entre os setores e os jogadores em si.

Bennacer teve mais uma atuação elogiável, provando-se como um dos melhores jogadores da equipe rossonera na temporada, Rebic voltou às redes depois de dois jogos, e os laterais, Theo Hernández e Davide Calabria, reforçaram sua contribuição ofensiva.

O Milan construiu o resultado com tranquilidade, diante de um Bologna que pouco ameaçou o triunfo. Aos dez minutos, Alexis Saelemaekers abriu o placar após linda jogada coletiva. Rebic tocou de calcanhar para Theo, que cruzou rasteiro. Dentro da área, Ibrahimovic fez o corta-luz, deixando a bola para o belga marcar.

O 2 a 0 não demorou a chegar. Aos 24 minutos, Kessié abriu pela esquerda com Theo, Orsolini se atirou à bola para interceptar, mandando com força para cima do goleiro Skorupski, que tentou afastar. O chutão parou no pé de Çalhanoglu, que, dentro da área, não desperdiçou a oportunidade de ampliar.

Antes do intervalo, aos 44 minutos, Takehiro Tomiyasu diminuiu para o Bologna com um chutaço no ângulo de Donnarumma, mas esta seria a única vez que os visitantes balançariam as redes.

Na volta para o segundo tempo, o Milan tinha de novo o controle do jogo. Aos quatro minutos da etapa final, Bennacer recebeu em área central na intermediária, avançou com a bola no espaço vazio e, da entrada da área, bateu para fazer o 3 a 1, contando com leve desvio na zaga do Bologna.

Oito minutos depois, mais uma excelente jogada trabalhada pelo Milan terminaria em gol. Calabria avançou pela direita, Çalhanoglu se desprendeu da linha de defesa adversária para receber a bola e tocou para Ibra, que serviu Rebic. O croata então foi rápido, girou para cima da defesa e bateu forte para ampliar para 4 a 1.

Já no fim do duelo, aos 47 do segundo tempo, Calabria se lançou ao ataque, tabelou com Krunic, lançou Leão e recebeu de volta dentro da área. Tranquilo, bateu no canto direito do goleiro para fechar a goleada.

Com a vitória, o Milan ultrapassou momentaneamente o Napoli na tabela, assumindo a sexta colocação, que dá vaga à Liga Europa. Os Partenopei, no entanto, enfrentam a Udinese neste domingo (19) e podem retomar a posição.

Classements proposés par SofaScore LiveScore

Independentemente do resultado napolitano amanhã, o Milan ganha impulso em sua reta final de temporada. Com quatro rodadas a disputar, é hoje um forte candidato a ficar com uma das duas vagas, desbancando talvez até mesmo a Roma, que hoje tem um ponto a mais e um jogo a menos, contra a Internazionale.

O caminho até o fim do campeonato é também mais simples ao Milan, cujo adversário mais forte será a Atalanta. O Napoli enfrenta Inter e Lazio nas duas rodadas finais, enquanto a Roma, além do confronto com os nerazzurri no fim desta jornada, tem a Juventus como seu último adversário.

Se mantiver o ótimo desempenho deste reinício de futebol italiano, que incluiu ainda uma épica virada por 4 a 2 sobre a Juventus depois de sair perdendo por 2 a 0, Stefano Pioli entregará nas mãos de Ralf Rangnick uma base interessantíssima com que trabalhar, dentro de um projeto igualmente ambicioso. E, talvez, com uma volta às competições europeias depois de um ano de fora por violações do Fair Play Financeiro.