Milan e Tottenham tomaram sustos, mas passaram à última etapa qualificatória da Liga Europa – ao lado de algumas surpresas

Principais representantes das grandes ligas nas preliminares da Liga Europa, Milan e Tottenham avançaram à última etapa qualificatória da competição continental. Os dois gigantes venceram nesta quinta-feira, mas com sua dose de aperto. Os Spurs visitaram o Shkendija, da Macedônia do Norte, e venceram por 3 a 1 – depois de cederem o empate no segundo tempo. Já o Milan recebia o Bodo/Glimt no San Siro e começou atrás no placar. Virou e abriu vantagem, mas ainda deixou os noruegueses encostarem, em vitória por 3 a 2 no sufoco.

José Mourinho poupou titulares contra o Shkendija, mas mantinha jogadores importantes no 11 inicial, incluindo Son Heung-min. E o sul-coreano contribuiu para o primeiro gol, logo aos cinco minutos, sinalizando uma vitória fácil do Tottenham. O camisa 7 passou para Erik Lamela, livre na área, que não perdoou. Os Spurs pressionavam e tiveram chances de ampliar, mas tomaram o empate no início do segundo tempo, num golaço dos macedônios. Valmir Nafiu recebeu na entrada da área e mandou uma paulada, no ângulo de Joe Hart.

Com o empate, Mourinho recorreu ao banco e colocou em campo Harry Kane, Giovani Lo Celso e Lucas Moura. Fariam a diferença para a vitória. O segundo gol saiu aos 25, num rebote do goleiro após chute de Lucas, que Son aproveitou. Já a vitória seria definida aos 34, na segunda assistência de Son. O sul-coreano cruzou e desta vez serviu de garçom a Kane, que concluiu de cabeça às redes.

O Milan entrou com uma equipe mais completa para encarar o Bodo/Glimt, apesar do desfalque de Zlatan Ibrahimovic. Diagnosticado com COVID-19, o centroavante foi substituído pelo garoto Lorenzo Colombo, em sua primeira aparição como titular. Os noruegueses abriram a contagem aos 15 minutos, num contra-ataque que Kasper Junker concluiu às redes. Um minuto depois, os milanistas se recuperaram e empataram. Hakan Çalhanoglu recebeu entre as linhas e mandou um petardo da entrada da área, indefensável. Já a virada se consumou aos 32, em jogada de Çalhanoglu pela esquerda, cruzando para Colombo estrear com gol.

Çalhanoglu era mesmo o nome do jogo e fez o terceiro no início da etapa complementar, ao bater de primeira o escanteio cobrado por Samu Castillejo para a meia-lua. Mas, aos 11, o Bodo/Glimt voltou a complicar com o segundo tento. Jens Petter Hauge encheu o pé e não deixou Gianluigi Donnarumma sair nem na foto. O goleiro, todavia, teria participação direta na vitória. Os visitantes partiram para a pressão e incomodaram na reta final da partida, mas sem passar novamente pelo arqueiro para garantir o empate.

O Granada fez 2 a 0 sobre o Lokomotivi Tbilisi e passou. O placar foi repetido pelo Wolfsburg, que eliminou os ucranianos do Desna. Times como PSV, Celtic, Rangers, Basel, Malmö e Copenhague também avançam, dando peso à última etapa preliminar da Liga Europa. Merecem destaque ainda as classificações mais duras do Galatasaray sobre o Hajduk Split (2 a 0), do AEK Atenas sobre o St. Gallen (1 a 0) e do Sporting sobre o Aberdeen (1 a 0). Já a maior goleada foi aplicada pelo LASK Linz, nos 7 a 0 sobre os eslovacos do Dunajska Streda.

Das principais ligas europeias, a eliminação mais notável aconteceu com o Stade de Reims. Os franceses visitaram o MOL Fehérvár e, depois do empate sem gols, acabaram eliminados nos pênaltis. Outras surpresas foram as eliminações de Rostov e Besiktas. Os russos caíram em casa, derrotados pelo Maccabi Haifa por 2 a 1. Já os turcos jogavam em Istambul e foram despachados pelo Rio Ave nos pênaltis. Outro clube tradicional a ficar pelo caminho, o Partizan perdeu na visita ao Charleroi por 2 a 1, na prorrogação.

Por fim, vale ressaltar as surpresas. Ararat Armênia, KuPS (Finlândia), Flora (Estônia) e Sarajevo (Bósnia) são representantes de algumas ligas sem tanta expressão que chegam à última fase. Nenhum feito, porém, se compara ao do KÍ. O atual campeão das Ilhas Faroe goleou o Dinamo Tbilisi por impiedosos 6 a 1 e protagoniza uma façanha, na campanha mais longa de seu país no torneio continental. O atacante Pall Klettskard foi o destaque com três gols. As chances de classificação são palpáveis, pegando os irlandeses do Dundalk.

Os jogos da última fase preliminar acontecem na próxima semana. Diferentemente da Champions, a última etapa qualificatória da Liga Europa terá também jogos únicos. Confira a lista de confrontos:

Rota dos campeões

Young Boys-SUI x Tirana-ALB
Dinamo Zagreb-CRO x Flora-EST
Cluj-ROM x KuPS-FIN
Ararat Armenia-ARM x Estrela Vermelha-SER
Dynamo Brest-BLR x Ludogorets-BUL
Sarajevo-BOS x Celtic-ESC
Legia Varsóvia-POL x Qarabag-AZE
Dundalk-IRL x KÍ-FAR

Rota da liga

Hapoel Be’er Sheva-ISR x Viktoria Plzen-TCH
Basel-SUI x CSKA Sofia-BUL
Rio Ave-POR x Milan-ITA
Rosenborg-NOR x PSV-HOL
Sporting-POR x LASK-AUT
Copenhague-DIN x Rijeka-CRO
AEK Atenas-GRE x Wolfsburg-ALE
Charleroi-BEL x Lech Poznan-POL
Malmö-SUE x Granada-ESP
Tottenham-ING x Maccabi Haifa-ISR
Slovan Liberec-TCH x Apoel-CHP
Standard de Liège-BEL x MOL Fehérvár-HUN
Rangers-ESC x Galatasaray-TUR