O Suzula Unlimited, da cidade de Mie Prefecture, a cerca de 400 quilômetros de Tóquio, contratou a espanhola Milagros Martínez Dominguez como treinadora. Será a primeira treinadora de um time de futebol masculino no Japão. O clube disputa a Japan Football League, equivalente à quarta divisão nacional, e tem ambições altas: quer se tornar o primeiro clube da cidade a chegar à J-League.

LEIA TAMBÉM: Kazu, o eterno: aos 51 anos, atacante renova contrato com Yokohama FC

Aos 33 anos, ela tem a licença Uefa Pro, a mais alta da entidade, necessária, por exemplo, para dirigir os clubes de primeira divisão das principais ligas europeias, além de times que disputem competições europeias. Antes de chegar ao Japão, Dominguez treinou o Fundación Albacete, time feminino da primeira divisão espanhola, e também o Atletico Tomelloso, também dirigindo o time feminino.

“Eu gostaria de agradecer ao Suzuka Unlimited por me dar a oportunidade de dirigir o clube na próxima temporada, assim como a chance de dirigir um time masculino”, afirmou Dominguez em um comunicado do clube. “Eu estou feliz e empolgada de poder ser treinadora no Japão. É um sonho que se realiza viver a experiência do futebol e cultura japonesa. Eu estou ansiosa para atingir os objetivos estabelecidos pelo clube e também de levar o modo espanhol de futebol para Suzuka”.

Será a primeira vez que o Suzuka Unlimited jogará a Football League, quarta divisão japonesa. Na temporada passada, o clube conseguiu o acesso depois de o segundo colocado no torneio de campeões regionais. Segundo informação do clube, havia a intenção de contratar uma mulher e o clube começou com a busca no Google por uma treinadora.

“Como nós queremos causar um alvoroço na hierarquia da quarta divisão do Japão, nós acreditamos que podemos assumir desafios que outros clubes não tenham feito”, diz comunicado do clube. “Depois de saber que o treinador anterior, Keiju Karashima, tinha a intenção de deixar o clube, nós decidimos procurar uma treinadora para substituí-lo”.

Foi o técnico japonês Yuriko Saeki, que vive na Espanha, que apresentou os dirigentes a Dominguez. O passo seguinte, depois de acertar com a treinadora, foi pedir aprovação da JFL, a federação japonesa, em autorização que foi concedida.

O Suzuka Unlimited foi formado da fusão de dois times: o Mie FC Rampole e o Suzuka Club. Nas últimas duas temporadas, o clube f oi o primeiro colocado no Tokai Adult Soccer League, uma divisão regional japonesa. Os campeões regionais disputam um torneio para decidir quais deles sobem de divisão.

O clube quer ser o primeiro da cidade de Mie Prefecture a chegar à J-League. A cidade é conhecida por ter o autódromo que recebe a Fórmula 1, além de diversas outras provas importantes do automobilismo mundial. A Japan Football League é formada por 16 times e começa no dia 17 de março.