O goleiro Simon Mignolet não está satisfeito no Liverpool. O goleiro reclamou da rotação promovida por Jürgen Klopp, que o deixou no banco para que Loris Karius jogasse contra o Manchester City. Seu último jogo foi no dia 1º de janeiro, contra o Burnley. Desde então, Karius foi titular contra o Everton na Copa da Inglaterra e neste último jogo contra os líderes. E a situação incomoda ao belga.

LEIA TAMBÉM: Carragher: Firmino é um dos jogadores mais subestimados da Premier League. Concorda?

“Há 10 dias, depois do jogo contra o Burnley, eu tive uma conversa com Klopp”, afirmou Mignolet ao site belga Sporza. “No período de Natal, nós tivemos uma rotação novamente e eu senti que não era uma situação saudável para o goleiro. Klopp então me disse o que foi confirmado no domingo antes e depois da partida, mas é claro que eu não estou feliz com isso. Mas nenhuma palavra dura foi dita depois”, declarou ainda o goleiro.

“É claro que eu não estou satisfeito com isso, mas eu sempre tive respeito pela decisão do treinador. Depois de tudo que aconteceu nesta temporada, eu sei onde estou e a situação ficou mais clara. Eu sempre tento ficar calmo e eu me fortaleci dessas situações”, disse Mignolet.

“Mas é claro que eu penso sobre meu próprio futuro, a única coisa que eu posso fazer é focar no treinamento e fazer o meu melhor. Eu tenho 30 anos e a Copa do Mundo está chegando. A situação não pode durar muito, isso está claro. Eu não posso dizer mais sobre isso”, desabafou o belga.

Com atuações irregulares, Mignolet nunca se firmou como o goleiro de alto nível que se esperava quando foi contratado junto ao Sunderland. Está no clube desde 2013 e, cada vez mais, crescem os rumores que o time de Klopp busca um titular para a posição que tenha mais qualidade. Jan Oblak, do Atlético de Madrid, é o sonho, e Alisson, brasileiro da Roma, é outro que tem sido falado como possibilidade.

Se Mignolet estiver insatisfeito e quiser deixar o clube, é bem provável que mais torcedores comemorem do que lamentem. Se é que algum torcedor lamentará a saída de Mignolet…