México e Estados Unidos deverão disputar os direitos de sediar a Copa do Mundo de 2026. Presidente da Federação Mexicana de Futebol, Justino Copean afirmou que o país tem interesse em receber o evento e apontou os americanos como principais concorrentes pelo posto.

“O México foi um grande anfitrião em 1970 e 1986, então temos a intenção de brigar pelo direito de sediar a Copa do Mundo de 2026. Será uma dura competição com os Estados Unidos. A infraestrutura do futebol mexicano continua crescendo e pode ser viável para o Mundial”, disse Copean, em entrevista à agência Reuters.

Sede do Mundial em 1994, os Estados Unidos tentaram sediar a Copa do Mundo de 2022, mas perderam o evento para o Qatar, em escolha que é suspeita de fraude pela Fifa. Já o México possui no currículo os eventos de 1970 e 1986, quando substituiu a Colômbia meses antes do início do torneio.