O Meu Time de Botão é um podcast da Central 3, nossa parceira no podcast semanal da Trivela, que traz um convidado para falar sobre um time que marcou a sua vida. Todas as edições podem ser vistas aqui.

Por Paulo Júnior e Leandro Iamin

Morreu Carlos Alberto Torres, o homem que ergueu a Jules Rimet em definitivo para o Brasil. Para muitos, o maior capitão que um time poderia ter ou teve, “Capita” foi, no mínimo, um excelente lateral-direito. Com generosidade, reinventou a posição, apoiando o ataque com vigor e invadindo um espaço cativo dos pontas da época. É ele, Carlos Alberto, o homenageado do Meu Time de Botão desta semana, produzido pela Central 3 com apresentação de Paulo Júnior e Leandro Iamin.

Para homenagear o Capita, lembramos três times que merecem vaga no seu estrelão: o Fluminense de 1964, seu primeiro título e campanha de destaque como jogador profissional, sua passagem pelo Santos, que teve o auge em 1968 e empilhou taças na sede do clube praiano, e também seus tempos de Estados Unidos, atuando pelo NY Cosmos e dando caldo à nascente cultura daquele país com o esporte que amamos.

Claro, passamos também pelo seu gol mais icônico, o da final de 1970, o gol em que a bola se ajeitou sozinha, pulando da grama para encontrar seu pé direito, um dos mais talentosos de todos os tempos do futebol.

Carlos Alberto Torres recebeu lindas e justas homenagens por toda a semana, provando que nem sempre o brasileiro deixa de reconhecer o tamanho de seus ídolos. Este podcast é só mais uma homenagem em forma de agradecimento ao capitão do tri.