O Barcelona perdeu pontos importantes na disputa da ponta do Campeonato Espanhol. Fora de casa, o time ficou no 0 a 0 com o Sevilla, em um jogo que dominou, teve ais chances, mas sofreu para criar oportunidades claras de gol. Com isso, os catalães abrem espaço para que o Real Madrid assuma a liderança, se vencer o seu jogo neste domingo, contra a Real Sociedad.

O nível de jogo apresentado pelo Barcelona esteve longe dos seus melhores dias e sofreu para criar chances diante do Sevilla, um dos adversários mais perigosos que o líder tinha para enfrentar até o final da temporada. Os rojiblancos contaram com uma boa atuação dos seus zagueiros, Jules Koundé e Diego Carlos, além do volante Fernando, ex-Manchester City, que também foi muito bem na partida.

O técnico Quique Sétien teve, pela primeira vez neste retorno do futebol, Luis Suárez como titular da equipe. Martin Braithwaite voltou ao time titular, com Ansu Fati indo para o banco. A formação mudou também para um 4-4-2, com Braithwaite pela esquerda e Arturo Vidal pela direita, com Sergio Busquets e Ivan Rakitic no meio. Jordi Alba voltou à lateral esquerda e Nélson Semedo foi titular na lateral direita – Sergi Roberto foi poupado e sequer foi relacionado.

Messi foi o jogador que mais tentou algo. O camisa 10 circulou pelo gramado, tentou jogadas e cobrou faltas com perigo. Finalizou quatro vezes na partida e três delas exigiram defesas do goleiro Tomas Vacl. Das 10 finalizações do Barcelona na partida, quatro foram de Messi. Uma delas foi bloqueada.

Luis Suárez voltou sem conseguir ter um bom nível. Finalizou só uma vez, para fora, e não conseguiu dar a continuidade no jogo que normalmente consegue dar, se entendendo com Messi. O jogo não fluiu bem para o Barcelona, fosse com quem fosse. Sétien trocou Braithwaite por Arthur no segundo tempo, tentando dar consistência ao meio, e ainda lançou Antoine Griezmann, que começou no banco. Entrou também Riqui Puig, este no lugar de Rakitic. O time, porém, seguiu sofrendo para criar chances.

O jogo foi de momentos, com o Barcelona sendo melhor a maior parte, mas com o Sevilla tendo momentos melhores. As melhores chances acabaram sendo em cobranças de falta de Messi, uma delas salva em cima da linha por Koundé. Do outro lado, Lucas Ocampos teve uma boa defesa e Marc-André ter Stegen fez a defesa. Não foi a única defesa do goleiro alemão, que teve intervenções importantes.

A atuação do Barcelona deixa preocupações para Sétien. A ausência de torcedores fez falta ao jogo, que poderia ser mais complicado com os torcedores fazendo o Ramón Sánchez Pisjuán ferver. Faltou ao Sevilla um pouco mais para chegar mais longe, ter mais momentos bons. Ao Barcelona, faltou muita coisa. O time não foi bem articulado. Precisa encontrar uma forma de funcionar, porque o que vimos até aqui foi um time pouco criativo.

Com o empate sem gols, o Barcelona fica com 65 pontos e o Real Madrid, com 62, pode alcançar a mesma pontuação. Como os merengues têm vantagem no confronto direto, primeiro critério de desempate, pode assumir a liderança.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore