Nesta quarta-feira, acontecerá a reunião do governo alemão que poderá liberar o retorno da Bundesliga. Segundo a imprensa local, o Ministro da Saúde teria uma posição favorável à volta do futebol nas duas primeiras divisões e a retomada ocorreria a partir de 15 de maio. Por enquanto, não há qualquer perspectiva sobre o retorno do público às arquibancadas. E, neste sentido, alguns clubes adotam medidas criativas para marcar o mínimo da presença de sua torcida – bem como para ajudar campanhas solidárias. O Borussia Mönchengladbach, por exemplo, já vendeu 10 mil imagens impressas de seus torcedores para colocar nas tribunas.

O Gladbach lançou a campanha durante o mês de abril e começou a enfeitar as arquibancadas do Borussia Park com as fotografias de seus torcedores. Por €19, os interessados ganham o direito de colocar uma imagem nas tribunas, impressas em pedaços de papelão. O clube criou um aplicativo ao projeto, em que cada indivíduo pode tirar seu retrato conforme o modelo, e a impressão fica por conta de empresas locais. Então, os “bonecos” são posicionados nas cadeiras e nas arquibancadas do estádio.

“Os organizadores da campanha estão literalmente cheios de pedidos. Mesmo com nossos ajudantes, estamos com dificuldades de acompanhar a demanda de cartazes. Mas é claro que estamos bem felizes com a resposta. Todos os e-mails são atendidos. No entanto, eles precisam ser processados em ordem”, contou o torcedor Tomas Weinmann, um dos colaboradores do projeto, ao site do Gladbach.

Até o momento, quase 10 mil pessoas compraram seus cartazes – incluindo jogadores do elenco principal e o técnico Marco Rose. Donos de carnês de temporada poderão escolher em qual setor ficar, enquanto os demais compradores se concentrarão na Curva Norte – o tradicional setor popular do estádio, onde costumam se posicionar os ultras. Torcedores de times adversários também poderão comprar suas placas ao setor visitante do Borussia Park e já há seguidores do Borussia Dortmund “presentes” no local.

“Já é muito difícil assistir a um jogo na TV em vez de estar ao vivo no estádio. Na TV, você simplesmente não tem as emoções que pode experimentar no estádio junto com seus amigos”, declarou Melanie Visé, uma das idealizadoras do projeto, em entrevista à Deutsche Welle. “Toda essa campanha é uma espécie de vigília, porque o futebol não funciona sem torcedores”.

Vale ressaltar que o dinheiro arrecadado com o projeto não entra diretamente para os cofres do Borussia Mönchengladbach. Três empresas de Mönchengladbach serão apoiadas, graças à confecção das placas. Além disso, €2 irão para a ‘Fundação Borussia’ e outros €2 contribuirão com a campanha ‘Borussia ajuda Borussia’. Não há qualquer lucro no valor das vendas.

Todavia, há uma grande pressão das torcidas na Alemanha para que a Bundesliga não seja retomada sem público. Elas questionam o peso do futebol com arquibancadas vazias e também a prioridade dada aos clubes, à frente do restante da população. Conforme o protocolo elaborado pela equipe médica da liga, os jogadores precisarão ter acesso a um número grande de testes ao longo das próximas semanas para manter a situação sob controle.