O Bayern de Munique é sempre um dos candidatos ao título da Champions League, especialmente nos últimos anos. Nesta temporada, o time tem vários motivos para acreditar que pode voltar a erguer o troféu que conquistou pela última vez na temporada 2012/13. E um deles é o técnico, Jupp Heynckes. O treinador promoveu uma grande mudança no time, tanto na forma de jogar quanto nos resultados, e assim o time chega às fases eliminatórias em grande fase. É o que diz Thiago Alcântara. “Nós ainda somos um dos três, quatro times que todos querem vencer”, afirmou o meio-campista, de 26 anos, à ESPN.

LEIA TAMBÉM: Sacchi: “Enquanto não tivermos um estilo, será difícil para times italianos na Europa”

“Nós somos o mesmo time, mas com uma mentalidade um pouco melhor”, disse Thiago. “Talvez seja porque as pessoas conhecem o treinador de muito antes e eles querem exatamente o que o treinador quer. Esta fusão torna o time um pouco mais agressivo”. Jupp Heynckes assumiu o comando do time em outubro, depois da saída de Carlo Ancelotti. O técnico teve um desempenho ruim no início de temporada e a demissão veio depois de um chocolate tomado do Paris Saint-Germain por 3 a 0 em Paris. Desde então, o Bayern se tornou avassalador, com 25 vitórias, um empate e uma derrota nos 27 jogos que fez.

Thiago analisa que as mudanças no Bayern vão além de aspectos psicológicos, de um melhor comportamento e aplicação dos jogadores. O meio-campista fala sobre a mudança de mentalidade tática que o treinador trouxe ao clube da Baviera. “Nós temos essa mentalidade alemã de ataque, ter contra-ataques e estamos indo bem”, afirmou o meia. “Nós temos essa liberdade para jogar, enquanto ficamos mais seguros atrás. E estamos sofrendo menos gols que antes”, explicou ainda o jogador, ex-Barcelona, e que faz parte da seleção espanhola.

Com tudo isso, Thiago está confiante que o Bayern de Munique é um sério candidato a conquistar a sua sexta taça da Champions League. Segundo ele, apenas detalhes separaram o time de chegar a uma final nos últimos anos. “A Bundesliga é importante, com certeza, e a Copa também é. Mas vencer a Champions League é o ponto de ser um clube como o Bayern”, declarou ainda o jogador.