O Deportivo Binacional se transformou na grande história do Campeonato Peruano em 2019. Às vésperas de completar nove anos de sua fundação, o clube surgido às margens do Lago Titicaca conquistou o Torneio Apertura e chegou à decisão da Liga 1. No entanto, enquanto aguardava o maior jogo de sua história, El Puma del Sur precisou lidar com uma tragédia: destaque na campanha, o meio-campista Juan Pablo Vergara faleceu em 2 de dezembro, aos 34 anos, vítima de um acidente de carro. Assim, o primeiro encontro do Binacional contra o Alianza Lima nas finais gerou fortes emoções.

A partida de ida da decisão aconteceu no último domingo, em Juliaca, cidade a 3,8 mil metros de altitude onde o Binacional manda seus jogos em 2019. Até discutiu-se um adiamento do duelo, proposto pelo próprio Alianza Lima, mas o Binacional preferiu entrar em campo.

O Estádio Guillermo Briceño Rosamedina, onde o velório de Vergara ocorrera dias antes, estava com entradas esgotadas. Os jogadores do Binacional usaram camisas com a fotografia do companheiro durante o aquecimento. Já antes que a bola rolasse, os dois times se abraçaram no círculo central para o minuto de silêncio, respeitado em absoluto pela multidão e rompido apenas por calorosos aplausos. E, ao longo do jogo, El Puma del Sur honrou o meia.

O Binacional goleou o Alianza Lima por 4 a 1 – num embate que, entretanto, terminou com muitas reclamações dos aliancistas sobre a atuação do VAR. Federico Rodríguez abriu o placar ao Alianza, mas os anfitriões buscaram a virada a partir do final do primeiro tempo. A cada um dos gols, os tributos a Vergara se repetiam, com os celestes apontando aos céus e exibindo a camisa 23 do falecido. Por fim, o momento mais emocionante aconteceu no último tento, aos 44 do segundo tempo. Donald Millán não segurou as lágrimas.

Millán estava no mesmo veículo em que Vergara faleceu. Os dois, ao lado de outro companheiro e de um representante dos jogadores, se dirigiam da cidade de Puno a Juliaca para um treinamento. Vergara estava no volante e perdeu o controle do carro, por conta do granizo que caiu na pista, capotando o veículo. O veterano ainda permaneceu consciente em sua chegada ao hospital. Faleceu em consequência de uma hemorragia interna, enquanto passava por uma cirurgia. Millán, por sua vez, se tornou dúvida para o duelo deste domingo por causa dos ferimentos. Ainda assim, entrou em campo e pôde homenagear Vergara.

A partida de volta acontecerá no Estádio Matute, em Lima, no próximo domingo. Até pela insatisfação do Alianza com o VAR, o clima solidário da final se quebrou um pouco. De qualquer maneira, o Binacional tem todas as chances de celebrar a memória de Vergara gloriosamente: com o título. O meia havia rodado por diversos clubes peruanos em sua carreira e esta seria sua primeira chance de terminar com o troféu. Autor de seis gols no campeonato, permanecerá como um nome inescapável à campanha.