Marrocos terminou a campanha na fase de grupos como um dos times que venceu os três jogos que fez. Só que no primeiro mata-mata, os marroquinos acabaram eliminados de forma dramática, nos pênaltis, depois de um empate por 0 a 0. O time comandado pelo renomado treinador Hervé Renard, campeão por duas seleções diferentes, Zâmbia e Costa do Marfim, foi decepcionante, não conseguiu marcar um gol em Benin, mesmo com um pênalti a seu favor, e acabou eliminado nos pênaltis por 4 a 1. O fim do sonho de título dos Leões do Atlas.

Loucura para Benin

Depois de um primeiro tempo empatado por 0 a 0, foi Benin quem conseguiu abrir o placar. Aos oito minutos, em cobrança de escanteio de Cebio Soukou, David Djigla completou no meio da área, com um toque sutil, e marcou 1 a 0. Ele comemorou muito, com os jogadores celebrando no banco de reservas.

Uma falha coloca Marrocos no jogo

Aos 30 minutos do segundo tempo, uma saída de bola errada gerou um erro fatal. Jordan Adeoti dominou a bola e bobeou, Mark Boussoufa tomou a bola e tocou para Youssef En-Nesyri recebeu e chutou para marcar o gol. Era o empate de Marrocos.

Ziyech perde pênalti no último minuto

Um ponto dramático do jogo aconteceu no último minuto. Aos 48 do segundo tempo, Achraf Hakimi recebeu dentro da área e foi atropelado pelo capitão Stéphane Sessègnon. O árbitro Helder Martins de Carvalho marcou o pênalti. Uma chance única de determinar a classificação.

Na bola, Hakim Ziyech, um dos jogadores que teve melhor temporada. Foi um dos excelentes jogadores do Ajax semifinalista da Champions League. Ele cobrou e a bola bateu na trave. Uma chance desperdiçada aos 50 minutos do segundo tempo. A partida iria para a prorrogação então.

Pênaltis

A prorrogação acabou não tendo gols, o que levou a disputa para os pênaltis. Na disputa, os marroquinos acabaram se complicando. Olivier Verdon cobrou o primeiro pênalti por Benin e marcou 1 a 0. Depois, Oussama Idrissi marcou o gol de empate. David Djigla marcou o segundo para Benin. Sofiane Boufal chutou para fora por Marrocos. As coisas pareciam complicar.

Tidjani Anaane fez o seu e marcou 3 a 1 para Bbenin, colocando o time próximo da vitória. Uma vitória que ficou ainda mais perto quando o autor do gol de Marrocos, Youssef En-Nesyri cobrou e o goleiro defendeu. Foi então que Mama Seïbou marcou o gol na sua cobrança colocou 4 a 1 no placar dos pênaltis e saiu para o abraço. Benin está nas quartas de final da Copa Africana de Nações.

Ficha técnica

Marrocos 0x0 Benin (1×4 nos pênaltis)

Local: Al-Salam, no Cairo
Árbitro: Helder Martins de Carvalho (Angola)
Gols: Moise Adilehou aos 8’/2T (Benin), Youssef En-Nesyri aos 30’/2T (Marrocos)
Cartões amarelos: Oussama Idrissi, Karim El Ahmadi (Marrocos), Khaled Adenon, Cebio Soukou, Mama Seïbou, Tidjani Anaane (Benin)
Cartão vermelho: Kheled Adenon (Benin)

Marrocos: Bono; Nabil Dirar (Noussair Mazraoui), Manuel da Costa, Romain Saïss e Achraf Hakimi; Younès Balhanda (Sofiane Boufal), Karim El Ahmadi (Fayçal Fajr) e Mbark Boussoufa; Hakim Ziyech, Youssef En-Nesyri e Nordin Amrabat (Oussama Idrissi). Técnico: Hervé Renard

Benin: Saturnnin Allagbe; Mama Seïbou, Moise Adilehou e Khaled Adenon e Olivier Verdon e Emmanuel Imorou; Cebio Soukou (Moise Adilehou), Jordan Adeoti, Stéphane Sessègnon e Jodel Dossou (Tidjani Anaane); Mickaël Poté (Sessi D’almeida). Técnico: Michel Dussuyer