Marco Reus ainda é apenas jogador e capitão do Borussia Dortmund, mas também está trabalhando com a mente de um diretor de futebol. Em entrevista à Sport1, ele afirmou que ajudou a levar Julian Brandt ao clube e tentará fazer o mesmo com a promessa alemã Kai Havertz, também do Bayer Leverkusen. 

Havertz tem apenas 20 anos e soma 109 partidas pelo Leverkusen, com 30 gols. É tido como uma das maiores revelações do futebol alemão e até cotado por Lotthar Matthäus como um futuro melhor jogador do mundo. Evidentemente, o pretendente mais especulado para adquirir seus serviços do Leverkusen é o Bayern de Munique, um dos poucos que poderia pagar o alto preço que seria pedido por ele. 

“Eu tentarei tudo para levá-lo ao Dortmund”, afirmou Reus. “Não sei o quão longe podemos ir em termos de taxa de transferência, e talvez o Dortmund não possa fazer muito, mas farei meu melhor, como fiz com Julian. Eu tenho outro aliado em Julian, que o conhece (Havertz) muito bem. Então vamos esperar para ver”. 

A última temporada foi de afirmação para o meia-atacante, com 20 gols em 42 partidas por todas as competições. Ele iniciou a atual com dois tentos em quatro jogos. “Se Havertz manter-se estável e tiver um bom ambiente, não há nada que o impeça de se tornar um dos melhores. Ele é um jogador sensacional que, claro, gostaríamos de ter em nosso elenco”, disse. 

O Dortmund investiu bastante em jogadores de outros clubes alemães na última janela, contratando Brandt (€ 25 milhões), Thorgan Hazard (€ 25,5 milhões), Nico Schulz (€ 25,5 milhões) e Matts Hummels (€ 30 milhões), de volta ao clube após passagem pelo Bayern de Munique.