A Itália foi duas vezes eliminada na fase de grupos da Copa do Mundo e caiu na repescagem das Eliminatórias Europeias para a Suécia, com duas boas Eurocopas no intervalo servindo como exceção para um projeto sem um rumo muito claro. Não é de se espantar que havia pouca procura pelo cargo vago por Gian Piero Ventura, como relata Roberto Mancini, o homem que encarou o desafio e busca fazer “algo especial” à frente da tetracampeã mundial.

Ainda não chegou lá, mas os primeiros passos animam. Com um time jovem, cheio de novas caras e um futebol interessante, a Itália garantiu vaga na Eurocopa de 2020, adiada para o ano que vem por causa da pandemia de coronavírus, com 10 vitórias em 10 partidas.

“Quando cheguei, ninguém queria treinar a seleção, perguntaram para mim, e eu disse sim”, afirmou em entrevista à Roma TV. “Muitos tinham medo de pegar uma situação difícil, mas o futebol também é feito desses momentos e você precisa ter um pouco de confiança e acreditar nas qualidades dos jovens jogadores”.

Mancini afirmou que, além de vencer, vem tentando fazer coisas diferentes à frente da Itália. “Minha ideia era fazer algo especial para aproximar as pessoas do time nacional, e os rapazes têm criado um ótimo clima. A Itália sempre teve grandes jogadores em sua história e este é o caso mesmo hoje. Vencer nunca é fácil, mesmo contra rivais mais fracos, e queríamos fazer algo diferente de antes, tentar jogar bem e fazer nosso melhor, começando por esses jogos”.

Mancini lembrou que durante paralisação pelo coronavírus a Itália teria disputado amistosos importantes contra Inglaterra e Alemanha, ambos fora de casa, e estará agora concentrada para a Eurocopa. Como afirmou anteriormente, acha que o adiamento pode ser bom para o seu time caso os seus jovens jogadores ganhem mais experiência nesse ano extra.

“Sentimos falta de tudo que envolve o nosso trabalho e obviamente da normalidade do dia a dia. Acho que teria sido difícil para qualquer um nos vencer e nós teríamos disputado (o título). Espero que neste ano (a mais) nossos garotos possam acumular mas experiência”, encerrou.

.