Por mais que a União Europeia facilite a vida de torcedores nas competições continentais, nem sempre viajar para outros países é missão fácil. Os seguidores do Manchester United, por exemplo, precisarão de bastante coragem para o duelo contra o Rostov, pela Liga Europa. Além da distância e da hospedagem, há o temor de episódios de hooliganismo, depois das ameaças feitas pelos ultras russos em relação à Copa de 2018. E ainda existiria o alto custo para conseguir o visto provisório para a Rússia. Existiria, porque o próprio clube prometeu reembolsar os 500 torcedores que comprarem ingressos para o setor visitante.

Diante dos custos da nova política russa para turistas, o Manchester United irá repor os £120 gastos por cada torcedor para entrar no país. Uma maneira de tornar a viagem um pouco mais viável e agradecer o esforço de todos aqueles que atravessarão o continente para apoiar do time. Levando em conta que o jogo acontece já na próxima semana, os preços de passagens e hotéis costumam ser ainda maiores.

Pensando no total, o United gastará £60 mil com o auxílio aos viajantes. Não é um valor tão alto, considerando o faturamento anual de milhões e milhões de libras. Mesmo assim, serve como um gesto de aproximação, ainda mais em uma realidade que costuma ser distante entre dirigentes e torcedores. Bola dentro dos Red Devils.