O Manchester United anunciou um lucro recorde de € 125 milhões para o ano terminado em junho de 2011. O clube conseguiu aumentar a sua receita e passar da marca de £ 300 milhões (€ 340 milhões) em receitas pela primeira vez.

A receita total do clube foi de € 378 milhões, um aumento de € 51 milhões nbas receitas do ano anterior. As receitas comerciais cresceram para € 117 milhões.

O clube ainda espera aumentar ainda mais as receitas com a venda de ações no bolsa de Cingapura e chegar ao patamar de € 680 milhões, segundo divulgado pelo clube.

Torcedores do United protestam contra os donos, a família Glazer, a quem acusam de ter criado uma grande dívida no clube – comprado em 2005 por mais de € 900 milhões.

A dívida do clube, que era de € 427,3 milhões no ano anterior, caiu para € 349,6 milhões no balanço divulgado da temporada 2010/11.

No início de agosto, o clube ainda fechou dois novos acordos comerciais, que aumentam ainda mais as receitas do clube. Um deles foi a empresa de logística DHL, que passou a patrocinar os uniformes de treino da equipe, em um negócio de € 45 milhões.

O outro acordo foi com a Veeline, um grupo de telefonia celular do Vietnã, que fica no Sudeste da Ásia, região onde se estima 16 milhões de torcedores do clube.

A empresa que gere o Manchester United, porém, anunciou em março um prejuízo recorde de € 123,4 milhões em relação à temporada terminada em 2010 – muito em função do pagamento de empréstimo.