O Manchester City abriu oficialmente a temporada inglesa levantando taça. Em decisão realizada no Villa Park, os Citizens bateram o Chelsea por 3 a 2 e faturaram a Community Shield pela quarta vez na história, a primeira desde 1972. Mesmo saindo em desvantagem no placar, o clube de Manchester contou com 20 minutos perfeitos no início do segundo tempo, quando foram às redes três vezes.

Roberto Mancini surpreendeu em sua escalação inicial, testando um esquema com três zagueiros. Apesar disso e do fato de alguns de seus principais jogadores não serem titulares, entre eles Joe Hart e David Silva, o Man City começou a partida tomando a iniciativa e se impondo no campo de ataque. Entretanto, Agüero e Nasri perderam as melhores chances de marcar.

Os Blues cresceram a partir dos 25 minutos, quando os seus meio-campistas começaram a ter mais liberdade, e chegaram ao gol com Torres, depois de grande jogada de Ramires. Logo após o tento, porém, a vantagem dos londrinos diminuiu, quando Ivanovic foi expulso.

No início da segunda etapa, os Citizens voltaram bem mais incisivos, explorando as subidas dos alas e os ataques em velocidade. E o empate não demorou a vir, com Yaya Touré. Assim como a virada, em golaço de Tevez, e o terceiro tento, anotado por Nasri. A partir de então, o City diminui o ritmo, administrando o resultado. E o Chelsea até tentou diminuir o prejuízo, com gol de Bertrand, mas não foi além.

Destaque do jogo

Carlos Tevez. O atacante liderou o Manchester City quando o time mais subiu de produção. Marcou um golaço para decretar a virada e ainda clareou o lance para o terceiro tento. Provou que, quando está com vontade, não há ninguém mais decisivo no time do que ele.

Momento-chave

A expulsão de Ivanovic. O lateral direito do Chelsea cometeu falta duríssima em Kolarov na entrada da área e, com justiça, recebeu cartão vermelho. Sem o defensor, Ramires acabou deslocado para a lateral direita. E, no início da etapa complementar, os problemas dos Blues na contenção na cabeça de área ficaram claros.

Os gols

39’/1T – GOL DO CHELSEA! Grande jogada de Ramires na meia-lua, fintando a marcação e enfiando a bola em direção à área. Mata dá o corta luz e Fernando Torres domina sozinho, tocando na saída do goleiro Pantilimon.

7’/2T – GOL DO MANCHESTER CITY! Subida rápida dos Citizens ao ataque. Milner cruzou pela direita e a defesa afastou parcialmente. A bola sobrou para Yaya Touré, que ajeitou e fuzilou da entrada da área.

14’/2T – GOL DO MANCHESTER CITY! Nasri passa para Tevez na entrada da área. O argentino limpa a marcação e, da meia-lua, finaliza com precisão. A bola morre no ângulo e Petr Cech, um pouco adiantado, nada pode fazer.

19’/2T – GOL DO MANCHESTER CITY! Tevez arranca pela esquerda e toca para Kolarov. O camisa 13 imediatamente cruza e Nasri, de primeira, desvia para as redes.

34’/2T – GOL DO CHELSEA! Sturridge chuta de fora da área, rasteiro, e Pantilimon não segura. Aproveitando a falha do goleiro, Bertrand só empurra a bola em direção ao gol.

Ficha técnica

Manchester City 3×2 Chelsea
Local: Villa Park, em Birmingham (ING)
Data: 12/ago, domingo
Árbitro: Kevin Friend (ING)
Gols: Fernando Torres, aos 39’/1T; Yaya Touré, aos 7’/2T; Carlos Tevez, aos 14’/2T; Samir Nasri, aos 19’/2T; Ryan Bertrand, aos 34’/2T.
Cartões amarelos: Frank Lampard, Ryan Bertrand, Ashley Cole e Ramires (Chelsea); Costel Pantilimon, Stefan Savic  e Vincent Kompany (Manchester City)
Cartão vermelho: Branislav Ivanovic (Chelsea)

Chelsea
Petr Cech, Branislav Ivanovic, David Luiz, John Terry e Ashley Cole; John Obi Mikel e Frank Lampard; Ramires, Eden Hazard (Ryan Bertrand, aos 25’/2T) e Juan Mata (Daniel Sturridge, aos 29’/2T); Fernando Torres. Técnico: Roberto Di Matteo.

Manchester City
Costel Pantilimon, Pablo Zabaleta, Vincent Kompany e Stefan Savic; James Milner Nigel de Jong, Yaya Touré e Aleksandar Kolarov (Gael Clichy, no intervalo); Samir Nasri (David Silva, aos 31’/2T); Carlos Tevez (Edin Dzeko, aos 44’/2T) e Sergio Agüero. Técnico: Roberto Mancini.