Isco precisou de apenas três minutos para mostrar que a torcida do Málaga não teria motivos para chorar a saída de Cazorla. Foi esse o tempo que levou para o meia-atacante abrir o marcador na primeira partida malaguista na história da Liga dos Campeões. Estava iniciado o caminho para uma vitória tranquila sobre o Zenit: 3 a 0.

O garoto de 20 anos, formado no Valencia e contratado em 2011 pelo clube andaluz, foi a grande figura da partida. Aos 3 minutos, fez jogada individual pela esquerda e chutou com curva, no canto de Malafeev, para fazer o 1 a 0.

Na jogada seguinte, Hulk quase empatou a partida. O brasileiro chutou de loonga distância e acertou o travessão de Caballero. Mas a noite era espanhola. Aos 13 minutos, Gámez avançou pela esquerda e cruzou para Saviola ampliar a vantagem do Málaga.

O gol desanimou o Zenit. O time russo tentou pressionar, e teve vantagem sobre os adversários em posse de bola e finalizações, mas não conseguia realmente ameaçar a vitória malaguista.

Enquanto isso, o Málaga administrava a vantagem. Isco usava sua habilidade para driblar e distribuir a bola, cadenciando o jogo e fazendo o tempo passar. Mas, em uma dessas jogadas, ele tabelou com Joaquín e avançou sobre a defesa russa. Foi a jogada do 3 a 0.

A partir daí, o Zenit perdeu as esperanças de reagir. A partida ficou arrastada nos 15 minutos finais, sem que nenhuma das equipes fizesse reais esforços para mudar o placar.

Ficha técnica

MÁLAGA 3×0 ZENIT

Málaga
Willy Caballero; Jesús Gámez, Martín Demichelis, Weligton e Nacho Monreal; Ignacio Camacho, Joaquín (Duda), Francisco Portillo (Manuel Iturra) e Eliseu; Isco e Javier Saviola (Roque Santa Cruz). Técnico: Manuel Pellegrini
Zenit
Vyacheslav Malafeev; Aleksandr Anyukov, Bruno Alves, Nicolas Lombaerts e Aleksandar Lukovic (Vladimir Bystrov); Roman Shirokov (Michael Lumb), Igor Denisov e Konstantin Zyryanov (Luka Djordjevic); Viktor Fayzulin, Aleksandr Kerzhakov e Hulk. Técnico: Luciano Spaletti
Local: Estádio La Rosaleda (Málaga-ESP)
Árbitro: Mark Clattenburg (Inglaterra)
Gols: Isco (3’/1T), Saviola (13’/1T) e Isco (31’/2T)
Cartões amarelos: Demichelis, Saviola, Hulk
Cartões vermelhos: Nenhum