Antes mesmo que o apito final soasse, um canto do Estádio Allianz pulsava forte nesta terça-feira. A torcida da Juventus, silenciosa, já admitira a eliminação na Liga dos Campeões. Enquanto isso, os visitantes do Ajax cantavam e pulavam para celebrar a história. Certamente não foram todos os presentes que viram o time em sua semifinal anterior de Champions, alcançada em 1996/97, e a maioria absoluta nem deve ter ido no estádio. Assim, a alegria pelo feito era imensa. Algo compartilhado com os jogadores.

Na saída de campo, como já havia acontecido no Estádio Santiago Bernabéu, o elenco do Ajax seguiu ao setor visitante para comandar a festa com os torcedores. Alegria expressa nos rostos, com vários nomes gritados. No entanto, também está se tornando tradição outra cena envolvendo os Godenzonen. Edwin van der Sar e Marc Overmars, mais do que antigos ídolos, presentes na semifinal de 1997, atualmente são as principais mentes por trás do futebol do clube. Ainda assim, eles também se dão o gosto de reviver a idolatria. Desceram até o gramado e agradeceram à torcida enlouquecidamente. Destaque ao peixinho que Overmars deu no gramado, mesmo de roupa social e um tanto quanto fora de forma. Êxtase que não se contém e se compartilha.