O meia-atacante Thomas Müller renovou seu contrato com o Bayern de Munique, estendendo seu vínculo por mais dois anos. O jogador, de 30 anos, viveu uma temporada de altos e baixos e parecia ter perdido o brilho com o antigo treinador, Niko Kovac. Desde a chegada de Hans Flick, ele voltou a ter um papel importante na equipe, em um time que se recuperou na temporada.

Nascido na Baviera, em Weilheim in Oberbayern, a 60 quilômetros de Munique, Müller chegou ao Bayern aos 10 anos e subiu de categoria em categoria até chegar ao time principal em 2009. Já são mais de 500 jogos pelo clube e uma série de títulos, incluindo uma Champions League em 2012/13, ao vencer o rival Borussia Dortmund na final. São oito títulos da Bundesliga, além de cinco Copas da Alemanha, cinco Supercopas da Alemanha, uma Supercopa da Uefa e um Mundial de Clubes.

“Eu estou satisfeito que Thoma Müller estendeu o seu contrato por mais dois anos até 30 de junho de 2023. Eu gostaria de agradecer Thomas e seu advogado, Ludwig Kögl pelas conversas justas e de confiança. Oliver e Hasan fizeram um ótimo trabalho”, afirmou Karl-Heinz Rummenigge, presidente honorário do Bayern.

“Eu estou feliz que nós chegamos a um acordo com Thomas. Thomas é um jogador especial para nós, um ícone para o clube e nossos torcedores, um líder que mostra o caminho em campo e conquistou muito com o Bayern. Nós sabemos como ele é importante para nós, mas Thomas também sabe o que o Bayern significa para ele. Simplesmente se encaixa, não precisávamos de longas conversas e estamos felizes por continuar assim até 2023”, afirmou o diretor esportivo do clube, Hasan Salihamidzic.

“Os dois lados assinaram com um sentimento muito bom. Eu tenho certeza que uma vez que nós estivermos jogando de novo, nós iremos continuar a ser muito bem sucedidos. Isso me estimula. Para mim, a prioridade número um era estender no Bayern – e o clube sentia da mesma forma. Eu estou com o Bayern por dois terços da minha vida, então você não pode dizer que o clube e eu estamos apenas juntos, nós lutamos um pelo outro. Este clube não é só um antigo empregador para mim. É a minha paixão. Eu estou feliz que eu estou aqui por mais dois anos e eu irei dar tudo dentro e fora de campo”, disse Müller.

“Nós estamos felizes que estamos mantendo uma figura tão importante quanto Thomas Müller no clube. Ele moldou o nosso clube por mais de 10 anos com seu grande futebol e sua personalidade. Seus sucessos com o Bayern e a seleção alemã o tornaram famoso ao redor do mundo. Com seu jeito fácil, ele transmite muito do que o Bayern representa e deseja representar para o mundo”, afirmou Oliver Kahn, ex-jogador e dirigente do clube alemão.