Diretor da Udinese, Fabrizio Larini descartou a possibilidade de que Maicosuel tenha sido excluído do elenco que disputará a Liga Europa como forma de punição. Cobrando com cavadinha, o meia desperdiçou o pênalti que custou ao clube a classificação para a fase de grupos da Liga dos Campeões.

“O número de jogadores que podem ser inscritos é limitado, nós precisávamos fazer algumas escolhas técnicas para montar o elenco da forma mais homogênea possível. Dessa forma, avaliamos que tínhamos muitas opções entre os meias e queríamos alguém com características diferentes. A exclusão de Maicosuel não é uma punição”, disse Larini.

Reserva da Udinese nos dois confrontos com o Braga pela Liga dos Campeões, Maicosuel não saiu do banco na última rodada do Campeonato Italiano, quando os friulani foram goleados pela Juventus. O meia foi contratado pelos bianconeri por € 5,3 milhões e tem contrato até junho de 2017.